Hipertensos devem recorrer ao auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez?

Hipertensos podem solicitar a aposentadoria por invalidez ou o auxílio-doença, descubra como e quando pode ser feito esse requerimento.

A pressão alta acomete centenas de milhares de pessoas em todo o país. A hipertensão deve ser diagnosticada por um médico para que os cuidados com a pressão se iniciem rapidamente. Alguns desses indivíduos podem acabar sendo forçados a se afastar de suas atividades laborais, por isso, é bom saber se é possível recorrer ao auxílio-doença. 

Em outros casos, o trabalhador pode ser afastado do trabalho por tempo indeterminado em virtude disso é interessante conhecer os benefícios e assistências previdenciárias que pode auxiliar o segurado nos momentos em que a saúde precisa de atenção. 

 Do que se trata cada um?

O auxílio-doença, atual benefício por incapacidade temporária é concedido quando o trabalhador regido pela CLT que precisar se ausentar do trabalho em decorrência de enfermidades constatadas pela perícia médica do Seguro Social.

Trata-se de uma quantia paga quando o empregado se afasta por mais de 15 dias de suas atividades laborativas. Diferentemente da aposentadoria por invalidez, concedida quando não há mais perspectivas de volta para o trabalhador. 

Isto é, o contribuinte que se tornar incapacitado de exercer sua função laboral por tempo indeterminado poderá recorrer à aposentadoria por invalidez. Essa modalidade é concedida quando o trabalhador fica permanentemente incapacitado. 

Entende-se que contribuinte não pode mais prover seu próprio sustento. 

Hipertensos tem direito ao auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez?

A hipertensão apesar de grave não acomete a vida do contribuinte, por isso, a disponibilização de qualquer um desses benefícios deverá se dar com base na situação do trabalhador. Os hipertensos não costumam apresentar sinais graves da doença, é caracterizada pela força com que o sangue corre pelas artérias. 

Normalmente, pressão registrada em 14/9 é considerada alta, contudo, existem casos onde a pressão chega a ultrapassar 18/12, considerada alta. 

É preciso consultar médicos especializados e realizar exames para obter o diagnóstico de pressão alta, ou hipertensão. Segundo a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, entre a população idosa o diagnóstico chega a 60%.

Se o trabalhador for atestado como incapaz de continuar exercendo as atividades laborativas permanentemente em virtude da preservação de sua saúde, este poderá recorrer à aposentadoria por invalidez. 

É necessário apresentar exames, laudos e atestados médicos durante o procedimento, eles ajudam a corroborar a necessidade do trabalhador de se afastar permanentemente de suas funções. O agendamento da perícia médica pode ser feito online, através do aplicativo Meu INSS, ou pelo número 135. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.