Mudar de ambiente de trabalho ou de emprego, pode ser realmente estressante e de difícil adaptação. Infelizmente, no momento que estamos presenciando, vivendo em quarentena para evitar a propagação da Covid-19, é preciso se adequar, ou deixará de ter ótimas oportunidades.

“Para quem começou a trabalhar em casa agora, é muito importante pesquisar sobre o assunto e começar a mudar seu pensamento, afinal, trabalho em casa ainda é trabalho, mas tem diferenças e dificuldades que enfrentamos no começo”, afirma Madalena Feliciano, CEO da Outliers Careers e IPCoaching.

O Home Office é uma modalidade para quem tem disciplina – ou aprende a ter, que pode ser extremamente produtiva àqueles que conseguem tirar o melhor de si num ambiente mais flexível. Madalena conta algumas dicas sobre como conseguir se adaptar e ser produtivo ao trabalhar home office:

Faça um horário fixo: Com um pouco de autoconhecimento, é possível saber qual horário você se sente mais produtivo, então use a seu favor. Se o trabalho possibilita você trabalhar às 5h da manhã ou até 23h da noite, use sua maior energia para trabalhar!

Determine o local de trabalho: Um cômodo ou espaço determinado para ser seu escritório é muito importante, para que você se acostume que, ali, é o local de trabalhar, apesar de ser a sua casa.

Não deixe questões pessoais interferirem: Seja o seu filho, bichinho de estimação ou família, muitas vezes é preciso deixar claro que você não está de férias por estar em casa. É muito fácil se distrair, foque no que precisa fazer e não se disperse facilmente.

Lembre-se de sair do trabalho: Os maiores problemas para quem trabalha dessa forma são o isolamento e a dificuldade de deixar o trabalho de lado nos momentos dedicados a lazer.

Com um horário fixo, se dedique totalmente e depois saia, afinal, se trabalhasse em uma empresa, não estaria trabalhando 24 horas por dia.

“Eu posso afirmar que o profissional que trabalha bem em home office consegue trabalhar também em qualquer lugar, como cafés ou coworkings, além de ter sua disciplina e foco provadas por experiência, se tornando mais interessantes para outras vagas”, finaliza a especialista.

Por Madalena Feliciano, Gestora de Carreira e Hipnoterapeuta