Imposto de Renda 2022: prazo está se esgotando. Quem deve declarar?

Prazo final termina na terça-feira, dia 31. A dica é atenção para não cair na malha fina

Atenção, contribuintes que ainda não entregaram suas declarações de Imposto de Renda 2022! Estamos nos aproximando do prazo final dado pela Receita Federal que chegou a ser prorrogado. Contudo, a data final é na próxima terça-feira, dia 31 de maio.

Aproveite o final de semana para colocar a documentação em ordem e fazer o preenchimento do documento. Tenha calma e atenção para não cometer erros e acabar caindo na malha fina. Analise se faltou alguma informação ou mesmo algum informe para ser lançado e fazer comparações importantes como qual modelo optar, enfim, há inúmeros detalhes para executar a declaração com eficiência.

Uma dica para tentar melhorar sua declaração é com relação a declaração conjunta. Essa é uma situação que deve ser avaliada em cada caso. Se a pessoa com a qual é realizada a declaração conjunta tem renda tributável, é melhor que se faça duas declarações. No entanto, caso o cônjuge possua rendimentos isentos, a declaração conjunta não afeta na restituição.

Quem deve declarar imposto de renda em 2022?

  • Contribuintes com rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70 e, em relação à atividade rural, obtiveram receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50;
  • Pessoas com rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000;
  • Pessoas físicas residentes no Brasil que no ano-calendário de 2021 tiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizaram operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas, ou que tiveram, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000.

As restituições seguirão o cronograma anterior, sem alteração, nas datas a seguir:

  • 1º lote: 31 de maio;
  • 2º lote: 30 de junho;
  • 3º lote: 30 de julho;
  • 4º lote: 31 de agosto;
  • 5º lote: 30 de setembro.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio. Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar.

Já imaginou economizar de R$50 a R$300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio.

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Comentários estão fechados.