Imposto de Renda: Acompanhe a Liberação dos Lotes de Restituição 2020

0

As datas de lotes da restituição 2020 do Imposto de Renda, não sofreram alteração mesmo após a prorrogação do prazo de envio da declaração. Com isso, o calendário inicia agora em maio e acontecerá por ordem de envio.

Num momento tão atípico da história, a Receita Federal resolveu prorrogar a data de envio da declaração, possibilitando maior prazo ao contribuinte. Com isso, esperava-se que os lotes de restituição também fossem alterados mas, para a nossa sorte, nada mudou.

Faltam quase 10 dias para que o valor do primeiro lote da restituição 2020 seja liberado, quer mais detalhes sobre como funcionará o recebimento? Continue lendo esse artigo. Boa leitura!

Como saber se tenho imposto à restituir?

Caso não tenha sido você mesmo quem fez sua declaração, ou não se lembra do resultado, pode conferir de duas formas: site da Receita Federal e acompanhar o status da sua declaração ou, pegar o recibo de envio e verificar por lá se há valor para restituir e qual o valor.

Basicamente a restituição ocorre quando o contribuinte, após ter feito o acerto entre todos os valores pagos e recebidos, teve mais impostos pagos do que o devido. Se isso ocorrer, o sistema da Receita calcula a diferença a devolve o valor pago a mais como forma de restituição.

Calendário de restituição 2020

LoteDataRemuneração Selic
29/05/20200,00%
30/06/20200,00%
31/07/20201,00%
28/08/2020ainda não divulgado
30/09/2020ainda não divulgado

A novidade desse ano é que os lotes de restituição, como notaram na tabela, acontecerá em apenas 5 lotes. Caso não esteja familiarizado com o assunto, até 2019 a restituição era liberada em 7 lotes. Ou seja, o contribuinte receberá o tão desejado valor, antes do que de costume.

Tão antes do que de costume que também houve mudança na data e os lotes foram antecipados. As liberações que era apenas a partir de junho, agora são já a partir do mês de maio.

Como receber a restituição

A restituição do Imposto de Renda será depositada na conta informada na declaração. Os dados de conta podem ser de conta corrente individual, conta conjunta ou conta poupança. A Receita não autoriza que o pagamento seja feito em conta de terceiros.

O que fazer se eu errar a conta indicada na declaração?

Pode acontecer de errar? Sim, pode acontecer. Se esse for o caso, não se preocupe pois existem duas saídas. Você pode alterar a conta ou corrigir algum número errado, desde que seu CPF ainda não tenha sido incluso em nenhum dos lotes de restituição.

Entretanto, se seu CPF já está com data para receber o valor, você pode comparecer (após a data do lote) em uma agência do Banco do Brasil munido de documento original com foto e retirar o valor. Lembrando que o valor fica disponível por um ano, após esse prazo, se o contribuinte não retirar, retorna para a Receita.

Impostante dizer que a conta indicada para receber a restituição 2020 não pode ser em nome de terceiros. Apenas conta conjunta, individual ou poupança são válidas.

É possível aumentar o valor da restituição?

Sempre é possível, existem algumas dicas que o IR Sem Erro pode lhe dar par que isso aconteça:

  1. Previdência Privada – PGBL
  2. Autônomos declararem despesas do livro-caixa
  3. Não fazer declaração em conjunto
  4. Despesas médicas
  5. Manter atualizado o valor do seu imóvel

Dica Extra: Aprenda a fazer Declaração de Imposto de Renda. Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana.

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre IR.

No curso você encontra:

  • Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade.
  • Videoaulas simples e didáticas.
  • Passo a passo de cada procedimento na prática.

Tudo a sua disposição, quando e onde precisar

Não perca tempo, clique aqui e aprenda a fazer a declaração do Imposto de Renda.

Conteúdo original IR sem Erro