Imposto de Renda: Aprenda a declarar o seu

0

Embora o Imposto de Renda seja um assunto recorrente para a maior partes das pessoas, muitos ainda não sabem como realizar uma declaração à Receita Federal.

A saber, esse imposto é cobrado todos os anos do cidadão brasileiro.

O cálculo dele baseia-se na renda que a pessoa teve ao longo do ano.

Ou seja, será declarado todo o valor que o indivíduo recebeu em salário ou outra fonte de renda.

O órgão responsável pela cobrança do IR é a Receita Federal.

Aliás, ele também investiga pagamentos que foram realizados de acordo com regras já estipuladas.

Assim, para facilitar esse processo, vamos ensinar como realizar sua declaração de Imposto de Renda em alguns passos simples.

Confira:

Como realizar a declaração de Imposto de Renda:

  • Primeiramente, faça uma revisão dos critérios obrigatórios na declaração. Logo após, realize um cálculo para saber se você está na lista de obrigatoriedade do pagamento do Imposto de Renda. Se o resultado for afirmativo, terá de reunir todos os documentos necessários. Aliás, não apenas documentos seus, como também de empregadores, dependentes e quaisquer outras fontes de renda que tenha.
  • Agora você deverá acessar o site da Receita Federal e realizar o download do software IRPF. Caso não encontre a versão 2020, não tem problema! Pode baixar a versão 2019 e realizar todo o processo tranquilamente.
  • Agora você irá preencher os formulários do software com seus dados pessoais exigidos nos espaços.
  • Se possui dependentes, terá de incluí-los igualmente na declaração. Para isso, basta acessar a aba “Dependentes”.
Imagem: Meu Imposto de Renda app
Imagem: Meu Imposto de Renda app
  • Em seguida, informe quais são todos os seus rendimentos, inclusive aqueles para os quais não há incidência de tributação, caso os tenha.
  • Analogamente, inclua no software os pagamentos que foram realizados por você, o que pode gerar algumas deduções, nos seguintes campos: Imposto de Renda Retido na Fonte, Pagamentos com Carnê-Leão, Pagamentos Efetuados e Doações Efetuadas.
  • Para finalizar o processo de preenchimento, inclua os bens, direitos, dívidas e ônus. É nesta categoria que estarão os automóveis, imóveis, bens que possuem valor acima de R$ 5.000, saldos de poupança e dívidas.
  • Após todo esse processo, agora só resta entregar a declaração. Mas antes, clique na aba “Pendências” só para averiguar se faltou preencher algum campo importante. Caso esteja tudo em conformidade, você deverá escolher entre declaração simplificada ou declaração completa. O software, para facilitar sua escolha, automaticamente já informará os valores.
  • Por fim, é só clicar em “Entregar a Declaração” e, em seguida, emitir o Darf para continuar com o pagamento do imposto.

Dicas finais para emissão da sua declaração de IR:

  • Mantenha-se atento a todos os campos de preenchimento. Se for o caso, revise mais de uma vez para constar que todas as informações dadas estão corretas. Um erro pode lhe custar algumas multas.
  • É igualmente importante registrar, mensalmente, suas receitas em uma planilha, bem como os gastos e rendimentos vindos de investimentos, bens adquiridos e quaisquer outras informações importantes para serem incluídas na declaração de Imposto de Renda.
  • Organize todos os documentos necessários para a realização da declaração. Assim, não terá de ficar procurando-os no momento em que estiver declarando seu Imposto de Renda.

Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Dica Extra do Jornal Contábil : Aprenda a fazer Declaração de Imposto de Renda. Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana

Conheça nosso treinamento rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre IR. No curso você encontra:

Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade, videoaulas simples e didáticas,passo a passo de cada procedimento na prática. 

Tudo a sua disposição, quando e onde precisar. Não perca tempo, clique aqui e aprenda a fazer a declaração do Imposto de Renda.