Inscritos no CadÚnico vão receber o Auxílio Brasil

Segundo o Governo Federal, os inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) vão entrar numa lista de reserva para receber o benefício

Os inscritos no CadÚnico precisam ficar atentos, isso porque quem estiver registrado vai receber o Auxílio Brasil, no entanto, quem estiver com dados desatualizados ficarão de fora.

Segundo o Governo Federal, os inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) vão entrar numa lista de reserva para receber o benefício. A esperar se deve ao fato do governo ainda não ter recursos para bancar o programa de transferência de renda. Porém, os brasileiros que queiram receber o auxílio, precisam estar cadastrados no CadÚnico.

Auxílio Brasil: quem vai receber

Por enquanto estão recebendo o Auxílio Brasil, quem já estava recebendo o Bolsa Família e para quem ainda vai receber é preciso saber que não basta estar inscrito no CadÚnico para receber o benefício. Isso porque, haverá uma seleção que será realizada pelo Ministério da Cidadania, quando todos os meses novas famílias passarão a receber o Auxílio Brasil. Mas, o ministério só irá selecionar quem estiver com os dados atualizados no Cadastro Único.

Quem estava recebendo o Bolsa Família e migrou para o Auxílio Brasil poderá perder o benefício se os seus dados estiverem desatualizados. O beneficiário precisa fazer a atualização dos dados a cada dois anos. A pasta esclarece que após quatro anos sem atualização a pessoa deixa de ter direito a benefícios do Governo Federal.

Então, se você está inscrito no CadÚnico e não atualizou seus dados, fique ligado, atualize informando se houve mudança de endereço, se nasceu uma criança na família, se falecer algum membro da família, se aconteceu perda de emprego. Essas informações são primordiais para manter os dados atualizados.

Acessando o aplicativo Meu CadÚnico, você poderá conferir se a sua inscrição está em dia.

As inscrições para o Cadastro Único (CadÚnico) podem ser realizadas no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) de sua cidade.

Regras para se inscrever no CadÚnico

Para se inscrever no no CadÚnico, as famílias precisam:

Ter renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo R$ 522,50 (que corresponde a metade do salário mínimo atual);

ou tenha renda familiar total máxima de até três salários R$ 3.135,00;

Ter renda superior às mencionadas, mas que estejam vinculadas ou pleiteando qualquer programa ou benefício que utilize o Cadastro Único como pré-requisito.

Além destes, podem se aplicar aos Programas do Governo Federal aquelas pessoas que moram sozinhas (e que constituem o que chamam de famílias unipessoais) e os que estejam em situação de rua (sozinhos ou com a família).

Inscritos no CadÚnico vão receber o Auxílio Brasil

Os inscritos no CadÚnico precisam ficar atentos, isso porque quem estiver registrado vai receber o Auxílio Brasil, no entanto, quem estiver com dados desatualizados ficarão de fora.

Segundo o Governo Federal, os inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) vão entrar numa lista de reserva para receber o benefício. A esperar se deve ao fato do governo ainda não ter recursos para bancar o programa de transferência de renda. Porém, os brasileiros que queiram receber o auxílio, precisam estar cadastrados no CadÚnico.

Auxílio Brasil: quem vai receber

Por enquanto estão recebendo o Auxílio Brasil, quem já estava recebendo o Bolsa Família e para quem ainda vai receber é preciso saber que não basta estar inscrito no CadÚnico para ter direito ao benefício. Isso porque, haverá uma seleção que será realizada pelo Ministério da Cidadania, quando todos os meses novas famílias passarão a receber o Auxílio Brasil. Mas, o ministério só irá selecionar quem estiver com os dados atualizados no Cadastro Único.

Quem estava recebendo o Bolsa Família e migrou para o Auxílio Brasil poderá perder o benefício se os seus dados estiverem desatualizados. O beneficiário precisa fazer a atualização dos dados a cada dois anos. A pasta esclarece que após quatro anos sem atualização a pessoa deixa de ter direito a benefícios do Governo Federal.

Então, se você está inscrito no CadÚnico e não atualizou seus dados, fique ligado, atualize informando se houve mudança de endereço, se nasceu uma criança na família, se faleceu algum membro da família, se aconteceu perda de emprego. Essas informações são primordiais para manter os dados atualizados.

Acessando o aplicativo Meu CadÚnico, você poderá conferir se a sua inscrição está em dia.

As inscrições para o Cadastro Único (CadÚnico) podem ser realizadas no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) de sua cidade.

Regras para se inscrever no CadÚnico

Para se inscrever no no CadÚnico, as famílias precisam:

Ter renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo R$ 522,50 (que corresponde a metade do salário mínimo atual);

ou tenha renda familiar total máxima de até três salários R$ 3.135,00;

Ter renda superior às mencionadas, mas que estejam vinculadas ou pleiteando qualquer programa ou benefício que utilize o Cadastro Único como pré-requisito.

Além destes, podem se aplicar aos Programas do Governo Federal aquelas pessoas que moram sozinhas (e que constituem o que chamam de famílias unipessoais) e os que estejam em situação de rua (sozinhos ou com a família).

Comentários estão fechados.