INSS: Aposentadorias e pensões podem subir 5,05% em 2022

0

Aposentadorias e pensões do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vão passar por reajustes em 2022. Isso porque, a projeção do governo para a inflação em 2021, deverá passar de 4,27% para 5,05%, considerando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que vai reajustar o salário mínimo, passando dos atuais R$ 1.100 para R$ 1.155 no próximo ano.

De qualquer maneira, será um índice irrisório para aumentar o poder de compra dos beneficiários do INSS.

Segundo o Jornal Extra, a presidente da Federação das Associações de Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio de Janeiro (Faaperj), Yedda Gaspar lamenta como a classe trabalhadora é tratada.

Atualmente, cerca de 35 milhões de aposentados, pensionistas e titulares de auxílios, recebem do INSS. Sendo que, cerca de 24 milhões recebem até um salário mínimo.

Outros 11 milhões ganham acima do piso nacional. Sempre no dia 1° de janeiro de cada ano, os benefícios passam por reajuste.

Somente em janeiro de 2022 que será conhecido o reajuste dos valores de aposentadorias, pensões e auxílios pagos pelo INSS. Até janeiro, o governo já terá o índice acumulado do INPC em 12 meses, até dezembro de 2021, e aplicar a correção sobre os valores atuais dos benefícios.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil