INSS: Aposentados vão ter reajuste de 4,1% em 2021

0

Os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e os trabalhadores que ganham salário mínimo terão um reajuste de 4,21% em 2021.

O salário mínimo que hoje equivale a R$ 1.045, passará para R$ 1.087,84 no ano que vem.

De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a revisão do valor do salário mínimo aconteceu em função da estimativa de inflação de 2020 medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Foi apontado um aumento de 2,35% para 4,1%. O reajuste começará a valer partir de janeiro de 2021, sendo que o primeiro pagamento será em fevereiro.

Modelo de correção

O piso será reajustado pelo INPC do ano anterior e a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes não será mais aplicada, deixando de seguir o modelo de correção que valia desde 2004.

A legislação em vigor (Lei 13.152/2015) só previa a manutenção desses critérios até 1º de janeiro de 2019, embora a regra já tivesse sido confirmada em leis de 2011 e 2015. O governo Bolsonaro ainda não definiu uma nova política para o salário mínimo.

Como ficará o teto do INSS?

As aposentadorias e pensões devem subir 4,1%, em janeiro de 2021. Com a nova estimativa do INPC, os aposentados poderão ter uma ideia de como ficará o seu benefício. Também o teto do INSS sofrerá mudança, passando de R$ 6.101 para R$ 6.351.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil