INSS: Benefício por invalidez como tempo de contribuição para fins de aposentadoria?

Muitas pessoas que recebem o benefício por invalidez (aposentadoria por invalidez) não sabem que esse tempo conta como tempo de contribuição para fins de aposentadoria.

O tempo do benefício por invalidez deve ser computado para fins de carência, tempo de contribuição e salário de contribuição na hora do cálculo do benefício. Porém, existem algumas exigências.

A pessoa mantém a qualidade de segurada somente enquanto ela estiver contribuindo com o INSS. Porém, existem exceções para algumas situações em que a pessoa não está contribuindo, mas continua sendo segurada. Esse período é também conhecido como período de graça .

O tempo que  segurado ficou recebendo o benefício por invalidez só poderá ser computado para fins de carência e tempo de serviço, se intercalado com períodos de trabalho efetivo, que é quando a pessoa trabalha por um tempo contribuindo, para de trabalhar e logo depois volta a trabalhar.

Por exemplo: Fulano trabalhava em uma empresa e precisou ser afastado por motivos de invalidez, mas acabou se recuperando e voltando ao trabalho.

Ou seja, é possível considerar o período em que o segurado esteve no gozo de benefício por invalidez para fins de carência, desde que intercalados com períodos contributivos.

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Conteúdo original Melo Advogados

Ficou com alguma dúvida? Converse com os especialistas em INSS (Previdência) sem compromisso do escritório Melo Advogados (atendemos todo País). Fale agora via WhatsApp pelo telefone 42 99810-2866 < clique e vá para a conversa direto.