INSS: Benefícios assistenciais sofrerão reajuste de 2,10% em 2021

0

Os benefícios assistenciais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) sofrerão um reajuste de 2,10%.

Desta forma, mais de 35 milhões de pensionistas, aposentados e pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) no país, verão a correção em seus recebimentos.

Para entender melhor como ficará o novo ganho, podemos exemplificar com o teto pago na Previdência Social, que passará de R$6.101,06 para R$6.299,18. 

O valor é corrigido automaticamente, assim que for fixado índice de reajuste.

A medida vale a partir de janeiro de 2021, e está de acordo com o novo salário mínimo anunciado pela equipe do ministro Paulo Guedes.

A previsão, é de que valor passará de R$1.045 para R$1.067 com correção apenas pela inflação Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), conforme o projeto de Lei Orçamentária (PLOA). 

Mas é importante ressaltar que a matéria que prevê as despesas e receitas para o próximo ano, ainda não foi votada pelo Congresso Nacional, podendo ser alterada novamente até o final deste ano.

Com isso, o valor do reajuste pode melhorar ou cair ainda mais.

Mesmo tendo sido mantido o poder de compra, o reajuste não irá resultar em ganhos reais, pois, houve uma queda na inflação em 2020, motivada principalmente pela pandemia causada pela covid-19. 

Dessa forma, o salário não terá um aumento esperado.

Inicialmente, a proposta do Governo Federal era de que o mínimo subiria para R$1.079.

Atualmente, o salário mínimo corresponde ao valor diário de a R$ 34,83 e o valor horário, a R$ 4,75.

A correção neste ano foi feita por meio da Lei 14.013. 

Porque o salário influência no reajuste de benefícios?

O reajuste do salário mínimo influencia principalmente os segurados que recebem o valor mínimo.

Assim, o benefício previdenciário não pode ser menor que o salário mínimo.

Quando reajustado, os benefícios também serão alterados seguindo a mesma proporção.

Diante disso,  muitas vezes, os beneficiários têm a impressão que os valores estão defasados.

Confira alguns exemplos de como ficará o salário dos beneficiários do INSS: 

  • Quem recebe R$ 1.045 deverá receber R$ 1.067,00
  • Quem recebe R$ 1.253,76 deverá receber R$ 1.280,00
  • Quem recebe R$ 1.336 deverá receber R$ 1.369,00
  • Quem recebe R$ 1.800 deverá receber R$ 1.844,00
  • Quem recebe R$ 1.950 deverá receber R$ 1.998,00

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Por: Samara Arruda