Na matéria de hoje vamos falar sobre os maiores motivos para o INSS negar um pedido de aposentadoria.

Se você leitor passa por esse problema e não quer abrir mão do seu benefício continue conosco até o fim desta matéria e mantenha-se informado para evitar dores de cabeça no futuro.

Ressaltando que vamos apontar aqui situações que vemos os segurados passarem todos os dias e caso você seja uma dessas pessoas, busque orientação profissional de um Advogado Previdenciário para poder te auxiliar a entrar com o seu benefício da forma correta.

1. DOCUMENTAÇÃO INCOMPLETA

Para você requerer um pedido de aposentadoria é preciso cumprir muitos requisitos além de ter que apresentar muitos documentos e dependendo da modalidade mais documentos precisam ser apresentados.

Vamos citar dois exemplos muito comuns aqui, qual seja a aposentadoria especial e a aposentadoria rural. 

Na aposentadoria rural é necessário comprovar a atividade rural o que se torna necessário apresentar mais documentos quando comparamos a uma aposentadoria comum.

Já na aposentadoria especial exige a comprovação dos agentes insalubres e perigosos, sendo assim mais documentos são solicitados nesse caso, além dos documentos gerais.

Esses são alguns exemplos de como a documentação varia para cada tipo de aposentadoria.

A maioria das aposentadorias são negadas apenas pela falta de documentação, se você tem dúvidas sobre a documentação necessária, busque a orientação de um advogado e faça o Planejamento Previdenciário.

2. TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO INSUFICIENTE

Identificar a data correta de entrar com a solicitação não é uma tarefa fácil e é  por isso que a maioria dos segurados entra com o pedido antes da hora, principalmente autônomos e pessoas que trabalharam para o regime público e privado durante sua vida laboral.

Para avaliar todo esse período corretamente é necessário fazer o cálculo previdenciário e por isso é importante planejar sua aposentadoria. 

Pois, no planejamento além de indicar a documentação correta e fazer o cálculo, o advogado analisa todas as atividades exercidas pelo segurado que possam ser contabilizadas como tempo de serviço, ajudando a alcançar de forma mais rápida a aposentadoria.

Aposentadoria negada

3. ERRO NA ANÁLISE DO BENEFÍCIO

Existem várias situações nas quais o INSS não reconhece o direito do segurado e nega a aposentadoria e na maioria das vezes o segurado desiste dos seus direitos e continua trabalhando sem necessidade.

Quando um benefício for negado é importante ter o auxílio de um advogado para que ele analise o procedimento e a decisão do INSS e também para ser apurado se aquela decisão está realmente correta ou se há algo errado que você possa fazer para corrigir a situação e pedir uma reanálise. 

Se o INSS realmente negou o seu benefício indevidamente será necessário buscar outros meios legais para garantir o seu direito.

4. RASURA NA DOCUMENTAÇÃO OU CARTEIRA DE TRABALHO QUE BASEIA O PEDIDO DE APOSENTADORIA

É importante que o segurado fique atento aos dados registrados na sua carteira de trabalho, pois, se as datas de admissão e demissão estiverem rasuradas ou ilegíveis, o período calculado pelo INSS poderá ser diferente daquele que você realmente possui e poderá constar que você não tem tempo de contribuição suficiente para se aposentar.

5. FALTA DE RECOLHIMENTO DE CONTRIBUIÇÕES POR PARTE DA EMPRESA.

Se a empresa que você foi funcionário não tenha realizado as devidas contribuições ao INSS, o seu tempo de contribuição não será registrado e seu pedido de aposentadoria será negado.

E neste caso você precisa apenas comprovar que trabalhou na empresa (através de contracheques e carteira de trabalho).

A quitação dos débitos com a previdência não é problema seu e deverá ser resolvido pela empresa.

O mesmo ocorre em casos de falta de reconhecimento do vínculo empregatício, é possível que empresas nem ao menos assinem a carteira do funcionário na tentativa de evitar pagamentos de direitos trabalhistas, da mesma forma, leve comprovações de que você exerceu a função.

Dica extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise.

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.