INSS: Como pagar o INSS como autônomo?

0

Todo autônomo tem uma maior flexibilidade com horários, tem mais autonomia para organizar suas próprias tarefas e possibilidade de trabalhar em casa ou em qualquer lugar. 

Com essa pandemia este mercado se torna muito atraente, pois, a maioria das pessoas tiveram que se reinventar para ganhar uma graninha extra. 

Se você se encaixa neste grupo, esteja atento. Na matéria de hoje vamos esclarecer como funciona o pagamento do INSS como autônomo, pois, existem alguns pontos negativos para o autônomo não contribuir para o INSS, por isso continue conosco e esteja por dentro do assunto. 

Dicas para pagar o INSS como autônomo 

  • Fazer a inscrição no Programa de Integração Social (PIS);
  • O trabalhador autônomo é inscrito como “Contribuinte individual”;
  • É necessário que você tenha registro no PIS ou programa de integração social, se você já trabalhou de carteira assinada, então provavelmente você já possui um número, porém, se você nunca contribuiu, é só inscrever-se pela internet e escolher o tipo de contribuição.
  • Efetuar o pagamento da Guia da Previdência Social (GPS).

O que quer dizer GPS? 

A sigla GPS quer dizer Guia da Previdência Social, o mesmo trata-se de um carnê do INSS, ele pode ser preenchido pela internet ou de forma manual, uma vez que for preenchido basta levar a guia até uma instituição bancária, ou casa lotérica e efetuar o pagamento. 

A data para o pagamento é até o dia 15 do  mês seguinte. 

INSS

Tipos de contribuição 

O que diferencia as contribuições são os valores pagos mensalmente, existem dois tipos de contribuição: 

  • No caso do código 1007, o valor da contribuição será de 20% do salário, limitado ao teto da previdência, que em 2018, está no valor de R$ 5.645,80.
  • No código 1163, o valor é de 11% do salário mínimo, que é um pagamento mensal ao INSS de R$ 104,94 e você receberá o valor de um salário mínimo de aposentadoria. 

Conclusão 

Os autônomos que paga as suas contribuições de forma correta ele terá uma segurança de uma aposentadoria para o futuro e por isso é importante que você se planeje, com isso você terá chance de se aposentar com um valor satisfatório. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Por Laís Oliveira