INSS: Confira os novos valores de contribuição 2022

Novos valores só serão recolhidos a partir de fevereiro

Se você está trabalhando de carteira assinada, você já está acostumado a contribuir mensalmente para a Previdência Social, mas com o reajuste da aposentadoria do INSS, que começou a ser paga nesta terça-feira, também afeta o valor de recolhimento.

Já no mês de fevereiro os contribuintes poderão notar o novo desconto no contracheque, quem ganha menos pagará menos e quem ganha mais terá que contribuir mais.

Nova tabela de recolhimento de contribuição 2022

As taxas de contribuição passaram a enquadrar este modelo progressivo a partir da Reforma da Previdência em 2019. Sendo assim cada trabalhador contribui de acordo com sua faixa de renda mensal. Confira:

  • 7,5% para quem ganha um salário mínimo (R$ 1.212)
  • 9% para quem ganha entre R$ 1.212,01 e R$ 2.427,35
  • 12% para quem ganha entre R$ 2.427,36 e R$ 3.641,03
  • 14% para quem ganha entre R$ 3.641,04 e R$ 7.087,22

Entenda melhor observando os exemplos:

  • Paga 7,5% sobre R$ 1.212: R$ 90,90 de contribuição;
  • Mais 9% sobre R$ 1.215,35, que é a diferença de R$ 2.427,35 de R$ 1.212: R$ 109,38;
  • Mais 12% sobre R$ 1.213,68, que é a diferença de R$ 3.641,03 de R$ 2.427,35: R$ 145,64;
  • Mais 14% sobre R$ 858,97, que é a diferença de R$ 4.500,00 de R$ 3.641,03: R$ 120,26;
  • Total de contribuição: R$ 466,18.

Salário do INSS 2022

Os benefícios com reajustes para aposentados e pensionistas já começaram a ser pagos nesta terça-feira (25), o reajuste foi de 10,16%, de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior, ou seja, de 2021.

Na tabela abaixo, você poderá observar o reajuste proporcional ao tempo de recebimento:

Início do RecebimentoReajuste
Fevereiro de 20219,86%
Março de 20218,97%
Abril de 20218,04%
Maio de 20217,63%
Junho de 20216,61%
Julho de 20215,97%
Agosto de 20214,90%
Setembro de 20213,99%
Outubro de 20212,75%
Novembro de 20211,58%
Dezembro de 20210,73%

Vale lembrar que essa porcentagem só é válida para os aposentados e pensionistas do INSS que estão recebendo os pagamentos em 1º de janeiro de 2021. Assim, quem começou a receber o benefício a partir do mês de fevereiro terá um reajuste menor, 

Teto 2022

O teto do INSS também foi reajustado, conforme o INPC do ano anterior que foi de 10,16%, com isso o limite de pagamento passou de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22, ou seja, um aumento de R$ 653,65.

Após a Reforma da Previdência em 2019, o trabalhador consegue receber o valor máximo da aposentadoria quando cumpriu o tempo de contribuição maior que o exigido. 

O cálculo do INSS leva em conta 60% da média de todos os salários de contribuição + 2% por ano de recolhimento que exceder 20 anos (homens) e 15 anos (mulheres). Logo, para receber 100% da média salarial, os homens precisam recolher junto ao INSS por 40 anos e as mulheres por 35 anos.

Comentários estão fechados.