INSS: Conheça os principais requisitos para o cálculo da aposentadoria

Uma dúvida muito comum entre os trabalhadores brasileiros que estão prestes a adquirir o benefício previdenciário é saber quais fatores são levados em consideração para definir o cálculo da aposentadoria.

É importante saber alguns pontos para tomar conhecimento de qual será o valor do seu benefício, pois não há possibilidade de fixar uma regra geral para todos os segurados, já que o valor pode variar de segurado para segurado.

A fórmula é bem simples: separar todas as contribuições desde julho de 1994 até o mês anterior à data de entrada do requerimento. Depois disso, deve-se analisar cada salário de contribuição, que é tudo o que foi pago ao INSS e atualizar os valores pelo INPC.

Feito isso, o segurado deve reter as 80% maiores contribuições e realizar a média aritmética simples, ou seja, soma uma por uma e divide por 160. O valor desse cálculo corresponde à 100% da sua média contributiva, que é aplicada em três modalidades de aposentadoria: especial, para deficientes e tempo de contribuição – quando atingida a pontuação necessária: 86 pontos para as mulheres e 96 pontos para os homens.

Quando o segurado consegue a aposentadoria por tempo de contribuição que não leva em consideração a pontuação 86/96, ainda será aplicado o fator previdenciário.

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Conteúdo original Melo Advogados Associados