INSS: empréstimo consignado volta a ter o limite de 35% do benefício

A taxa de juros que antes estava em 1,80% teve um aumento, subindo para 2,14%.

O empréstimo consignado até o ano passado estava com um limite que foi ampliado para 40%. A medida foi uma forma de ajudar aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) a ter mais facilidade para ter acesso ao empréstimo.

Em abril de 2020, entrou em vigor a medida provisória que ampliava o limite do empréstimo consignado para 40%, facilitando que os segurados do INSS tivessem uma facilidade para ter acesso a um crédito durante o período da pandemia do novo coronavírus.

Essa ampliação chegou ao fim no dia 30 de dezembro de 2021, último dia de expediente bancário do ano. Desta forma, o limite do consignado voltou para 35%.

O crédito consignado é aquele tipo de empréstimo que você solicita e passa a ter o valor das parcelas cobrado direto na folha de pagamento. Esse desconto é feito no salário ou na aposentadoria. Por isso, esse tipo de crédito pessoal tem os menores juros do mercado.

O limite de empréstimo consignado é estabelecido de acordo com o valor do salário pago mensalmente. Desde 1° de janeiro de 2022, o aposentado ou pensionista só poderá comprometer 35% da renda líquida  mensal no consignado. Sendo 30% destinado ao crédito pessoal e 5% ao cartão de crédito consignado.

O número de parcelas que antes estavam em 84 meses (7 anos) foi reduzido para 72 meses (6 anos). Também deixou de valer a regra que reduzia para 30 dias o tempo de carência para que o aposentado ou pensionista pudesse solicitar um novo empréstimo consignado. A partir deste ano, o prazo voltou a ser de 90 dias.

A taxa de juros que antes estava em 1,80% teve um aumento, subindo para 2,14%. 

Pela regra, o limite de idade de contratação do empréstimo consignado para os segurados do INSS é de 80 anos.

O consignado tem a facilidade de permitir que as parcelas sejam descontadas diretamente no contracheque, holerite ou benefício do INSS. Desta forma, uma parte da renda fica comprometida antes mesmo de o dinheiro chegar na conta do contratante.

Quem mais solicita o empréstimo consignado são os funcionários públicos, aposentados e pensionistas do INSS.

Como Contratar?

Para contratar o empréstimo consignado, você vai precisar apresentar alguns documentos necessários, sendo eles:

RG;

CPF;

Comprovante de residência atualizado;

Comprovante de renda recente.

Quando a pessoa deseja bloquear a contratação do empréstimo, deve acessar o site Meu INSS, clicando na opção “Empréstimo: bloqueio/ desbloqueio” e seguir os comandos dados na plataforma.

Comentários estão fechados.