INSS muda novamente data de reabertura das as agências

0

O Instituto Nacional do seguro Social (INSS) adiou novamente a reabertura de suas agências. A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia e do INSS decidiram adiar até o dia 14 de setembro o retorno gradual e seguro do atendimento presencial nos postos da Previdência Social.

Sendo assim, o atendimento pelos canais remotos será estendido até o dia 11 de setembro e continuará sendo realizado mesmo quando as agências estiverem funcionando.

De acordo com o INSS, a reabertura será de forma gradual e segura e vai considerar a forma de como cada agência funciona. Cada unidade deverá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva.

Antes, estava previsto que o INSS voltaria a atender o público de forma presencial, no dia 24 de agosto, mas, como a pandemia do novo coronavírus ainda está com um nível alto, decidiram adiar a reabertura para 14 de setembro.

O cidadão que tiver necessidade de acessar os serviços do INSS continua podendo recorrer aos canais remotos, o aplicativo Meu INSS e a Central 135.

meu inss

Ainda de acordo com o órgão, em um primeiro momento, o tempo de funcionamento das unidades da Previdência será parcial, com seis horas contínuas, e o atendimento será exclusivo aos segurados e beneficiários com agendamento prévio pelos canais remotos.

Os serviços que não podem ser realizados por meio dos canais remotos como perícia médica, avaliação social e reabilitação profissional, serão retomados no dia 14 de setembro, através de agendamento.

As agências que não oferecerem as condições mínimas para o funcionamento presencial poderão ficar de fora da reabertura. Neste caso, será mantido o regime de plantão reduzido para tirar dúvidas.

A medida que adiou a reabertura das agências do INSS foi publicada hoje (24) no Diário Oficial da União, que prorrogou o atendimento aos segurados e beneficiários, exclusivamente pelos canais remotos até 11 de setembro. Já a retomada do atendimento presencial nas agências da Previdência está prevista para ocorrer em 14 de setembro.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil