INSS: Quais os principais erros ao calcular a aposentadoria

0

Muitos segurados têm seu benefício negado por falta de documentação e um bom planejamento previdenciário.

Quando se encerra as atividades laborais a única fonte de renda fixa que todo mundo terá daqui a alguns anos é a aposentadoria.

Na matéria de hoje vamos esclarecer os principais erros ao calcular a aposentadoria.

Veja! 

Planejamento Previdenciário 

Infelizmente não são todos os brasileiros que têm o hábito de fazer um planejamento previdenciário, pois, com ele o segurado poderá ter uma segurança maior para garantir a sua aposentadoria.

Quando o segurado faz um Planejamento Previdenciário, ele consegue ter uma visão geral de quanto tempo falta, qual a melhor categoria e até mesmo o valor que você poderá receber. 

Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS)

O cálculo do seu benefício é feito baseado no banco de dados da Previdência, conhecido como Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), se estes dados estiverem desatualizados, a hipótese do seu benefício ser negado é grande. 

O CNIS te dará as seguintes informações: 

  • Valores da aposentadoria; 
  • Contribuições realizadas; 
  • Anotações em sua Carteira de Trabalho. 

Escolha da categoria errada 

A escolha da aposentadoria errada, pode influenciar diretamente no seu bolso,  para evitar este erro faça uma simulação da aposentadoria e através disso escolha a que mais se encaixa nas suas necessidades futuras. 

Documentação rasurada 

A documentação rasurada é um dos principais fatores para a não concessão do benefício, esteja atento nas suas documentações, nas datas de admissão e demissão, pois, se elas estiverem rasuradas o período de contribuição poderá diferir daquele que você tem direito, podendo prejudicar  o valor do benefício ou que o tempo de contribuição é insuficiente para se aposentar. 

Verificação da concessão do benefício 

É primordial que o segurado acompanhe de perto o processo de aposentadoria, pois, é normal que a previdência também cometa falhas, se isto acontecer, esteja atento à alguns fatores, como: 

  • Erros de cálculo; 
  • Contribuições não registradas; 
  • Atividades não reconhecidas; 
  • Verbas trabalhistas não incluídas. 

Se você perceber que houve falha em alguns desses itens que citamos acima, você poderá solicitar uma revisão para o INSS.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Por Laís Oliveira