Hoje vamos falar sobre como o aposentado pode conseguir o acréscimo de 25% no valor da aposentadoria por invalidez e quais são as doenças que dão direito a essa porcentagem.

Atualmente no brasil  muitos  idosos sofrem de Alzheimer e outras doenças e nem imaginam que podem ter um acréscimo de 25% no valor da aposentadoria por invalidez, e muitos tem grandes dificuldades em saber e entender seus direitos, por isso hoje vamos esclarecer algumas duvidas relacionadas a quem tem direito, e para aqueles idosos que são cuidados por cuidadores ou parentes, vamos explicar também como agir nesta situação.

 QUEM TEM DIREITO A ESTE ACRESCIMO DE 25% NA APOSENTADORIA POR INVALIDEZ?

INSS
  • Cegueira total
  • Perda de no mínimo nove dedos das mãos
  • Paralisia dos dois membros superiores ou inferiores;
  • Perda dos membros inferiores, acima dos pés, quando a prótese for impossível;
  • Perda de uma das mãos e de dois pés, ainda que a prótese seja possível
  • Perda de um membro superior e outro inferior, quando a prótese for impossível;
  • Alteração das faculdades mentais com grave perturbação da vida orgânica e social;
  • Doença que exija permanência contínua no leito;
  • Incapacidade permanente para as atividades da vida diária.

         Além desses, qualquer aposentado, que seja por invalidez, por doença, por tempo de contribuição,que seja incapacitado de exercer a sua vida laboral, pode requerer este acréscimo de 25%. O Alzheimer por exemplo, também se encaixa neste requisito, porém, a maioria dos pedidos são negados, por isso cabe ao segurado entrar com pedido judicial para requerer o benefício.

COMO DEVE PROCEDER O CUIDADOR DO IDOSO, EM CASO DO PACIENTE NÃO TIVER MAIS CONDIÇÕES DE OPERAR O DINHEIRO?

Em alguns casos, basta o cuidador ter a procuração de plenos poderes, mas o que aconselhamos é a interditar o aposentado judicialmente, a interdição tem como o objetivo proteger o aposentado.

COMO SOLICITAR ESSE ACRECIMO DE 25% NA APOSENTADORIA POR INVALIDEZ?

Solicitar o benefício

Basta o segurado fazer o requerimento/agendamento pelo SITE DO INSS.

  • Para fazer o agendamento

basta acessar meu.inss.gov.br

  • Comparecer a perícia médica

O segurado deve comparecer no INSS para realizar a consulta, em casos específicos onde o segurado não pode comparecer por motivos de saúde, ele deverá aguardar o atendimento domiciliar.

  • Documentos necessários
  • CPF do interessado
  • Procuração ou termo de representação legal, documento de identificação com foto e CPF do procurador ou representante, se houver.
  • Documentos médicos que comprovam que o segurado se encontre dependente de terceiros.

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS