Estas regras são validades para mulheres que já tiver contribuído 28 anos ou o homem que tiver contribuído 33 anos.

A mulher precisa completar 30 anos e o homem 35 anos de contribuição e cumprir mais o pedágio equivalente a 50% do tempo de contribuição que falta.

O valor do benefício será de 100% da média dos salários multiplicada pelo fator previdenciário, ou seja, o índice que é utilizado para compor o calculo da aposentadoria, considerando-se a idade, a expectativa de vida e tempo de contribuição.

Com a nova fórmula, o governo vai passar a considerar salários menores, como os do início da carreira, que costumam ser mais baixos.

INSS

Para a mulher, Sem idade mínima, 30 anos tempo de contribuição.

Ter no mínimo 28 anos de tempo de contribuição na promulgação da reforma.

pedágio de 50% para o que faltava para se aposentar na promulgação da reforma.

Para o homem, Sem idade mínima, 35 anos tempo de contribuição.

Ter no mínimo 33 anos de tempo de contribuição na promulgação da reforma.

pedágio de 50% para o que faltava para se aposentar na promulgação da reforma.

A regra do pedágio:

Faltando 6 meses para você conseguir a aposentadoria por tempo de contribuição.

Agora você precisa cumprir os 6 meses + 3 mês de pedágio.

Se faltavam 2 anos. Agora são 2 anos + 1 ano de pedágio.

Cabe destacar que a reforma começa a valer apenas depois da promulgação no Congresso Nacional, sendo que ainda não há previsão da data da seção.

Conteúdo original por Marcelo Cardozo

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.