INSS: Suspensão da prova de vida para servidor federal é prorrogada até 30 de junho

0

A suspensão da prova de vida para o servidor federal até 30 de junho. Já os demais, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) avisa, que a partir de primeiro de junho começará a exigir a comprovação de vida.

Aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis do Sistema de Pessoal Civil da Administração Pública Federal (Sipec) são obrigados a todo ano a realizar a comprovação de vida.

No entanto, no caso do servidor federal, O governo publicou na segunda-feira (24) no Diário Oficial da União a prorrogação da suspensão, que será válida até 30 de junho.
Em julho, o beneficiário terá que fazer o recadastramento anual no seu mês de aniversário, conforme a determinação publicada pelo governo.

Quem teve o benefício suspenso, precisará comparecer à agência bancária onde recebe os pagamentos para fazer o recadastramento.

Em 2020, no mês de março, foi suspenso a obrigação da prova de vida anual, assim, preservando a saúde dos aposentados e pensionistas contra a Covid-19. Desde então, como a pandemia permaneceu no país, a suspensão vem sendo prorrogada.

Os beneficiários do INSS terão que a partir de junho realizar a comprovação de vida, seguindo o calendário para a retomada do recadastramento.

Os aposentados acima de 80 anos, é garantido o direito de fazer a prova de vida sem sair de casa. Também poderão usufruir deste direito, as pessoas a partir de 60 anos que tenham dificuldade de locomoção. Para isso, é preciso comprovar essa condição de saúde por documento médico. O atendimento deve ser agendado pelo site Meu INSS ou pelo telefone 135.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil