Investimento em Ações: Como declarar os ganhos no Imposto de Renda?

0

Fez algum investimento na Bolsa de Valores no ano passado? Então saiba que é preciso pagar o Imposto de Renda (IR) sobre os ganhos mensais, seja realizando opções ou vendendo ações na B3.

É importante frisar que apenas a venda mensal de ações com valor acima de R$20 mil é que estão sujeitas a tributação.

Qualquer venda abaixo deste valor está isenta de IR.

Porém as operações de day trade (compra e venda no mesmo dia) não são isentas, independente do valor negociado.

É preciso ficar atento ao período da declaração anual e os valores que devem ser recolhidos mensalmente, pois se deixar para recolher somente no momento da declaração anual, a Receita Federal irá cobrar uma multa de até 20% sobre o imposto não pago, além da aplicação de juros.

Para quem não está familiarizado com a declaração, saiba que ela serve apenas como um registro que você cumpriu com as obrigações e para identificar alguma falha no cálculo.

Não tente omitir as informações, pois como diz o ditado “O Leão é manso, mas não é bobo”.

Veja abaixo um manual passo a passo de como recolher o IR sobre investimentos de renda variável e não cair na malha fina da Receita Federal.

Recolhimento de impostos sobre renda fixa e fundos

Na maioria dos investimentos, títulos do Tesouro Direto, CDBs e fundos, o imposto de renda é retido direto na fonte.

Isso significa que a instituição financeira é quem fica responsável pelo recolhimento do IR sobre as aplicações dos clientes.

Quando for realizar o resgate, o valor é creditado na conta do investidor já com o valor líquido do Imposto de Renda.

No início do próximo ano, você receberá o informe dos rendimentos detalhados, para que possa preencher a declaração anual.

Corretoras e o “dedo-duro”

Para quem investe em ações, às corretoras praticam o que chamamos de imposto “dedo-duro”, que corresponde a um pequeno valor que é descontado na venda das ações, e que serve para informar a Receita Federal que o indivíduo realizou um negócio na B3.

Veja também: Como funciona o Imposto de Renda sobre o mini-índice?

Nas operações comuns, onde o investidor realiza a venda em um dia diferente da compra, a taxa equivale a 0,005% do valor bruto da venda.

Já para aqueles que preferem o day trade, ou seja, compram e vendem no mesmo dia, o valor cobrado é de 1% do ganho da operação.  

Qual a alíquota do Imposto de Renda para ações?

A alíquota de IR sobre a renda variável está bem acima do dedo-duro.

Enquanto às operações comuns estão sujeitas a retenção de 15%, às operações de day trade pagam 20% sobre o lucro.

Importante frisar que apenas operações abaixo de R$20 mil por mês, é que estão isentas do IR.

Porém ela não contempla operações de day trade.

Embora algumas operações sejam isentas de imposto de renda, é preciso informar o ganho líquido na declaração anual, no campo “Rendimentos Isentos”.

Por isso é importante ter uma planilha de acompanhamento das suas operações, as melhores plataformas de trading disponibilizam este recurso para os seus clientes.

Monte uma planilha com todas as compras e vendas

Aqui você pode copiar a planilha de investimentos e preencher com as suas ações, assim poderá acompanhá-las com mais facilidade, com os preços de compra, venda e os dividendos.

Essa é a melhor forma para evitar problemas com o leão, além de manter a organização dos seus investimentos. Para quem faz day trade,esta é uma ótima forma de controlar as suas operações e não se perder.

Separe as negociações entre comum e day trade, pois as alíquotas do Imposto de Renda são diferentes.

A maioria das corretoras disponibiliza as notas de corretagem para download, mas você também pode baixá-las no Canal Eletrônico do Investidor, direto em arquivo .xls.

Algumas plataformas de investimentos podem apresentar alguns problemas no fornecimento das informações, por isso é importante ter uma planilha para controlar os seus investimentos diários ou mensais.

Faça a soma dos ganhos e prejuízos mês a mês, e separe por operação, comum ou day trade.

Para as operações comuns, utilize a alíquota de 15%, ou seja, em um investimento de R$10.000, basta multiplicar por 15% e o valor final é o imposto, neste caso é R$1.500.

Já para as operações de day trade, a alíquota é de 20%, neste caso, se o lucro líquido for de R$5000, multiplique o valor por 20%, e terá um imposto de R$1000.

bolsa

Quando for preencher a Darf (Documento de arrecadação de impostos do governo federal), some os dois valores(R$2.500) e pague no banco.

Guarde todas as suas notas de corretagem

Como mencionamos anteriormente, é possível baixar todas as suas notas de corretagem pelo CEI ou pela sua corretora de investimentos.

Faça uma cópia para o seu disco virtual, para ter fácil acesso ao controle dos seus investimentos.

Caso você caia na malha fina, a Receita Federal irá solicitar todas as suas operações realizadas na Bolsa de Valores, e irão analisar os dados.

Anote os prejuízos e compense no mês seguinte

Se você teve prejuízo líquido em algum mês, não precisará recolher o Darf e ainda poderá utilizar a perda, para reduzir a base de cálculo do imposto nos meses seguintes, quando houver ganhos.

Como você é quem terá que fazer este cálculo, mantenha a planilha organizada.

É possível compensar de um mês para outro, se for o mesmo tipo de operação (comum ou day trade), pois as alíquotas de imposto são diferentes.

Pague o IR no mês seguinte à venda das ações

O pagamento do imposto sobre os ganhos obtidos com ações, opções e outros ativos de renda variável deve ser feito no banco até o último dia útil do mês seguinte à venda dos papéis.

Por exemplo, se você realizou vendas de ações acima de R$20 mil em maio, deverá pagar o imposto até o fim de junho.

Preencha a Darf corretamente

É importante preencher a Darf corretamente para não ter problemas com a Receita Federal. 

Como é um documento de grande importância para os investidores, leia o nosso artigo detalhado: DARF: Saiba como emitir e declarar suas ações.

Como recalcular a DARF atrasada?

Se você não pagou a Darf em algum mês, será preciso emitir uma nova, onde será acrescentado os juros e multa.

Para calcular corretamente, é preciso utilizar o programa da Receita, o Sicalcweb.

Após gerar um novo Darf com os encargos, efetue o pagamento no banco.

Quer ficar atualizado sobre as novidades no mercado de investimentos? Aproveite para ler a nossa seção de Investimentos, onde publicamos conteúdos diariamente para você.

Dica Extra do Jornal Contábil : Aprenda a fazer Declaração de Imposto de Renda. Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana

Conheça nosso treinamento rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre IR. No curso você encontra:

Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade, videoaulas simples e didáticas,passo a passo de cada procedimento na prática. 

Tudo a sua disposição, quando e onde precisar.

Não perca tempo, clique aqui e aprenda a fazer a declaração do Imposto de Renda.