Empresas e setores com boas margens financeiras tendem a ter mais destaque no mercado financeiro. Especialmente porque analisar as margens que envolvem as finanças de um negócio é uma das práticas que têm maior influência no retorno obtido pelos investidores da bolsa de valores.

Está prática ganha mais destaque na parcela de investidores que têm seu foco voltado para o longo prazo. 

A compreensão detalhada das finanças de um negócio permite ao investidor ter uma noção real do poder de investimento e crescimento de uma empresa, informação fundamental para quem busca bons proventos.

Empresas ou setores que possuem boas margens tendem a ser um chamativo maior pois pode oferecer mais estabilidade para empresas mesmo em períodos de incerteza.  Fator fundamental para investimentos em renda variável.

Fluxo de Caixa

Empresas com margens elevadas costumam gerar bastante caixa, facilitando a administração do seu fluxo de caixa.

Se a circulação de capital existente dentro de um negócio for positiva, a tendência é que a empresa consiga investir em seu crescimento, além de passar uma maior segurança aos seus acionistas. 

Itaú Unibanco, setor financeiro, Sulamérica, setor de seguros, são exemplos deste quesito, além de atuarem em um setor onde há uma grande quantidade de capital e conseguindo pagar bons dividendos ao seus acionistas, possuem boas margens.

ROI

Ao ter margens interessantes e ao mesmo tempo gerar caixa, a empresa pode optar por investir em seu crescimento. Nessa etapa é importante o Return on Investment (ROI), (Retorno Sobre Investimento) e observar seu desempenho.

Este índice é a forma de analisar a competência de uma empresa em gerar lucro sobre seus ativos. Algo que tem impacto direto nos proventos gerados ao acionista do negócio

Patrimônio líquido

Segundo Warren Buffett, um dos maiores investidores da história, o patrimônio líquido é um dos dados mais importantes no momento de se estipular a real riqueza de um negócio

Isto porque o patrimônio líquido é o indicador que representa a diferença entre o ativo e o passivo do negócio, isto faz com que seja um dos dados que melhor indica a real situação de uma empresa

O setor bancário é o que mais se destaca nessa área nos últimos anos. Mesmo com a instabilidade econômica do país, segundo o Banco Central (BC) os bancos acabaram 2019 com o maior retorno sobre patrimônio em sete anos. 

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!