IR 2021: Conheça 5 erros para evitar cair na malha fina

Especialista da NTW Contabilidade fala sobre os principais casos de inconsistência e ensina a melhor maneira de declarar o IR em cada um deles.

0

Ao contrário do que muitos pensam, cair na Malha Fiscal do imposto de renda não é necessariamente uma vergonha, nem significa que alguém cometeu um crime fiscal.

“Ocorre que este é um procedimento de verificação da Receita Federal, no qual ela cruza as informações disponibilizadas pelas declarações, atuando como uma ‘peneira’ na hora de revisar dados equivocados e com pendências”, explica Mariana Oliveira, diretora executiva da NTW Contabilidade de Marília (SP).

Segundo a especialista, ao encontrar uma divergência, o sistema analisa a declaração profundamente a fim de chamar o contribuinte para correções ou abrir uma investigação.

“No último caso, são erros mais graves e passíveis de multas ao declarante”, diz ela.

Existem alguns erros mais comumente cometidos pelos contribuintes na hora de declarar seu imposto de renda.

Mariana listou cinco equívocos e ensinou também a maneira correta de preencher o documento em cada caso:

1 – Esquecer-se de declarar salários de antigos empregos

Caso você trabalhe em mais de uma empresa em um ano, ou faça trabalhos extras, é essencial declarar os salários de todos.

Lembre-se de que o Fisco recebe essas informações das duas instituições.

Ao não informar o mesmo, o leão pode identificar a sonegação e te causar grandes dores de cabeça.

2 – Informar valores sem precisão

O que simples centavos significam para você? Alguns valores parecem pequenos, mas podem te colocar em saia justa com a Receita Federal.

“Sua declaração deve ser cuidadosamente realizada, incluindo todos os valores recebidos e os seus números depois da vírgula”, enfatiza Mariana.

Quem tem imposto retido na fonte, precisa ter ainda mais atenção, já que essas receitas recebem mais atenção da Receita.

Em alguns casos, as pessoas não agem de má-fé e cometem erros de digitação.

Portanto, verifique todos os dados antes de enviar a sua declaração.

Designed by @pressfoto / freepik
Designed by @pressfoto / freepik

3 – Não se atentar às despesas dedutíveis

Sabemos que alguns gastos podem ser deduzidos na declaração do IR, mas muitas pessoas pecam por desconhecerem quais valores podem ser declarados.

Por exemplo, as despesas médicas não têm um valor limite para a dedução; por isso, alguns contribuintes acabam inflando as suas declarações ao incluírem pessoas que não são suas dependentes – o que gera divergências no sistema.

Custos relacionados à educação não podem ser esquecidos também, mas apenas os gastos com ensino infantil, fundamental, médio e superior podem ser deduzidos.

“Valores pagos em mensalidades de cursos extracurriculares não entram”, afirma Mariana.

4 – Omitir investimentos ou rendimentos

Alguns tipos de investimentos não têm incidência do imposto de renda, como por exemplo os rendimentos de fundos imobiliários, quando se trata dos rendimentos distribuídos pelo fundo.

“O que é importante lembrar é que, quando o assunto é o valor das cotas, se houver um ganho de capital por meio de suas vendas, os fundos imobiliários não são isentos e são tributados à alíquota de 20%”, ensina a executiva, lembrando que mesmo quem apenas comprou cotas de fundos imobiliários já é obrigado a apresentar declaração anual de ajuste, que deverá ser entregue até o último dia útil de abril do ano calendário.

5 – Não recolher imposto sobre ações

O perfil de investimento do brasileiro ainda é conservador, mas muitos já começam a se aventurar em modalidades sem ser a poupança, como as ações e outros fundos de investimentos.

Mas é essencial lembrar que eles precisam constar na declaração do IR.

Quem tem ganho líquido em ações superior a 20 mil em um mês deve pagar o imposto dessa operação no mês seguinte.

Essa obrigatoriedade passa despercebida por muitos investidores. Ao decorrer de um ano, é possível acumular grande quantidade de pendências, esquecer-se delas na hora de declarar o IR e cair na malha fina.

Dica Extra do Jornal Contábil : Aprenda a fazer Declaração de Imposto de Renda. Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana

Conheça nosso treinamento rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre IR. No curso você encontra:

Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade, videoaulas simples e didáticas,passo a passo de cada procedimento na prática. 
Tudo a sua disposição, quando e onde precisar. Não perca tempo, clique aqui e aprenda a fazer a declaração do Imposto de Renda.

Por Mariana Oliveira, Diretora Executiva da NTW Contabilidade e Gestão Empresarial