IR 2021: Passo passo para fazer sua declaração

0

O prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda 2021 está se aproximando: começa dia 1º de março e se estende até 30 de abril.

Assim, começam a surgir as dúvidas sobre como declarar.

Mas saiba que essa questão é bastante comum, então, hoje vamos te explicar como funcionam as regras da declaração e como registrar suas movimentações financeiras e investimentos.

Mas antes, vale ressaltar que o Imposto de Renda é um tributo cobrado com base na renda que a pessoa obteve ao longo do ano, desta forma, é necessário saber quando você estará obrigado a declarar.

Por isso, a Receita Federal estabeleceu regras para orientar os contribuintes esse ano, então, veja se você cumpre algum dos requisitos que obriga a entrega da declaração: 

  • Recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma anual foi superior a R$ 28.559,70.
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00.
  • Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.
  • Optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias, contados da celebração do contrato de venda, nos termos do art. 39 da Lei nº 11.196, de 21 de novembro de 2005
  • Obteve receita bruta anual em valor superior a R$ 142.798,50
  • Teve a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro de 2020, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00.
  • Passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nessa condição se encontrava em 31 de dezembro de 2020.

Além disso, existem situações que garantem a isenção ao contribuinte. Confira quais são elas: 

  • Quem consta como dependente na declaração de outra pessoa física – e nessa declaração são informados seus rendimentos, bens e direitos, caso os possua
  • Quem teve a posse ou propriedade de bens de direito, quando os bens comuns forem declarados pelo cônjuge ou companheiro, desde que o valor total de seus bens privativos não exceda R$ 300.000,00 em 31 de dezembro.

Alíquotas do IR 

Se você verificou que deve fazer a declaração deste ano, agora é necessário analisar as alíquotas do imposto de renda para saber em qual faixa se enquadra, isso se refere ao percentual que será aplicado para calcular o valor a ser pago à Receita Federal.

imposto de renda 2020

Confira a tabela utilizada: 

Base de cálculo (R$)Alíquota (%)Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,657,5142,80
De 2.826,66 até 3.751,0515354,80
De 3.751,06 até 4.664,6822,5636,13
Acima de 4.664,6827,5869,36

Como declarar? 

Reúna todos os documentos e informe de rendimentos que você obteve em 2020.

Depois, escolha a declaração que pode ser simplificada ou completa, o que vai depender da quantidade de informação e deduções que você possui e deve declarar.

No caso do modelo simplificado, por exemplo, o desconto aplicado é de 20% e limitado ao teto de R$ 16.754,34.

Acima desse valor, a orientação é utilizar o modelo completo. 

Feito essa  escolha, revise todas as informações, os documentos necessários e acesse o site da Receita federal onde está disponível o programa para que o contribuinte faça o download e comece a registrar as suas informações.

A versão 2021 ainda não está disponível e será informada a sua liberação em breve.

Veja o passo a passo: 

  • Informe seus dados pessoais;
  • Informe os dados dos seus dependentes, na opção “Dependentes”;
  • Informe os rendimentos
  • Informe os pagamentos que foram feitos, na opção “Imposto de Renda retido na fonte”, depois nos “pagamentos com Carnê-Leão”, “pagamentos efetuados” e “doações efetuadas”;
  • Informe os bens, direitos, dívidas e ônus;
  • Verifique se há pendências ou informações erradas;
  • Clique em “entregar a declaração”;
  • Faça a emissão do documento DARF e pague o valor devido.

Dica Extra do Jornal Contábil : Aprenda a fazer Declaração de Imposto de Renda. Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana

Conheça nosso treinamento rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre IR. No curso você encontra:

Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade, videoaulas simples e didáticas,passo a passo de cada procedimento na prática. 

Tudo a sua disposição, quando e onde precisar. Não perca tempo, clique aqui e aprenda a fazer a declaração do Imposto de Renda.

Por Samara Arruda