Site icon Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal

IR: está na malha fiscal? Veja como sair

O prazo para envio da Declaração de Imposto de Renda em 2021 já terminou. Então, é hora de ficar atento ao processamento do documento que se trata da análise dos dados informados pelos contribuintes.

Diante disso, a Receita Federal compara a declaração com as informações que foram fornecidas por outras entidades.

Caso seja verificado que existe alguma divergência, a declaração será submetida à uma análise mais rigorosa que chamamos de malha fiscal ou “malha fina”, como é popularmente conhecida.

Essa situação traz alguns transtornos ao contribuinte, que fica impedido de receber a restituição, por isso, é importante saber se a declaração está em malha e como sair dela. 

Para te ajudar, preparamos este artigo com as principais orientações da Receita Federal sobre o tema. Continue conosco e veja como regularizar sua situação. 

Estou em malha?

Agora que sabemos que é a malha fiscal, é preciso verificar se a sua declaração está nesta situação. Para isso, basta acessar o portal e-CAC e escolher a opção “Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF)”. Depois, clique em “Processamento” e vá para “Pendências de Malha”. 

Esse procedimento mostrará se a sua declaração está em malha e você poderá saber o motivo, que pode estar relacionada à duas situações, são elas:

O que fazer?

Nestas duas situações que mencionamos acima, é possível fazer a retificação da sua declaração para corrigir dados ou acrescentá-los.

Mas atenção: isso vale apenas para os casos em que o contribuinte não tenha recebido o Termo de Intimação Fiscal. 

Então, se você recebeu o termo é necessário apresentar documentos para comprovar as informações prestadas na declaração.

Por isso, a Receita Federal orienta os contribuintes a guardarem todos os documentos, para os casos em que seja necessário demonstrar que as informações prestadas na declaração estão corretas. 

Esse procedimento também é utilizado quando existem pendências relacionadas à apresentação de documentos. 

Então, depois de reuni-los faça o envio em formato digital através do e-CAC, seguindo os seguintes passos: 

Photo by @wavebreakmedia_micr / freepik

Nova análise

Todas as informações e documentos apresentados serão novamente analisados pela Receita Federal e, se ficar provado que as informações apresentadas na declaração estão corretas, ela deixará a malha fiscal e seguirá o processamento normal.

Desta forma, o contribuinte também poderá receber a sua restituição se tiver direito e não terá pendências com a Receita Federal. 

Vale ressaltar que a apresentação de documentação incompleta ou insuficiente dificulta a análise, podendo resultar na emissão de uma notificação de lançamento por falta de comprovação de informações.

Essa notificação se trata de uma cobrança de imposto a mais ou redução da restituição e é acompanhada de multa. 

Dica Extra do Jornal Contábil : Aprenda a fazer Declaração de Imposto de Renda. Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana

Conheça nosso treinamento rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre IR. No curso você encontra:

Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade, videoaulas simples e didáticas,passo a passo de cada procedimento na prática. 

Tudo à sua disposição, quando e onde precisar. Não perca tempo, clique aqui e aprenda a fazer a declaração do Imposto de Renda.

Por Samara Arruda 

Sair da versão mobile