Já posso me aposentar? Veja o que fazer antes de pedir benefício ao INSS

INSS

A dúvida entre antecipar e retardar o pedido da aposentadoria, e receber um benefício menor agora ou ter um benefício maior mais tarde, tem deixado o trabalhador agoniado.

Essa angústia é ainda maior porque estamos às vésperas de uma das maiores reformas da Previdência Social da história do país.

No final das contas tem um monte de gente que não sabe o que fazer, nem por onde começar. Afinal, qual é o primeiro passo?

Solicitar na Previdência Social o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), onde constam todos os registros e contribuições do trabalhador e, com este documento em mãos, simule seu tempo de serviço.

Assim será possível saber quanto tempo de serviço possui e quando vai se aposentar. Este é o primeiro passo.

Qual é a justificativa para a correria às agências do INSS e pedir a aposentadoria às pressas?

Eu já vi este filme em várias outras reformas do passado. Muitas pessoas resolveram as coisas de cabeça quente e vão receber benefícios menores para o resto da vida.

Sempre que alguém fala em reforma da previdência é esta correria desnecessária. Ninguém vai perder os direitos que já foram conquistados. Se a lei mudar hoje e ficar demonstrado que o trabalhador tinha direito à aposentadoria com as regras de ontem, nada acontecerá com ele. É o direito adquirido. Então não tem qualquer justificativa para esta correria.

Dá para saber, com segurança, se vale a pena aposentar agora ou esperar mais tempo?

Dá sim, mas não tem uma única receita que se aplica para todo mundo. Cada caso é um caso. E este é o problema.

Ninguém nasceu no mesmo dia que o colega de trabalho; ninguém trabalhou a vida toda no mesmo lugar que o amigo da esquina, nem com os mesmos salários do vizinho, mas todo mundo insiste em querer comparar o seu caso pessoal com o de pessoas como essas. Este é o maior erro.

Cada um deve fazer seu planejamento previdenciário e definir, aí sim, com segurança, o que vai fazer.

Quando o INSS concede uma aposentadoria e o trabalhador vê que o valor que foi aprovado é bem menor daquele que ele imaginava, ele pode desistir de receber o benefício?

Tem algumas condições para que ele possa desistir. Ele não pode receber nenhuma parcela da aposentadoria, não pode sacar o FGTS nem o PIS/PASEP. Se receber algum desses direitos, significa que ele aceitou o benefício.

O trabalhador pode se aposentar e continuar trabalhando? As contribuições para o INSS que são feitas depois de ele se aposentar podem ser utilizadas para aumentar o valor do benefício?

Qualquer aposentado pode continuar trabalhando, exceto se o benefício for por invalidez. Há também algumas limitações para quem tem aposentadoria especial.

A utilização das novas contribuições para aumentar o valor da aposentadoria já foi afastada pelo Supremo Tribunal Federal – STF quando analisou a questão da desaposentação.

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Via G1