Julgamento para a aprovação da Revisão da Vida Toda chega a reta final

0

Esta revisão para a vida toda irá beneficiar muitos aposentados, no conteúdo de hoje vamos falar um pouco mais sobre este assunto. Continue conosco e confira. 

Revisão da Vida Toda ou Revisão da Vida Inteira 

Este tem o objetivo de adicionar à base de cálculos dos benefícios previdenciários, todo salário de contribuição do segurado, por meio desta revisão. 

Esta revisão é importante, pois, a Lei prevê somente a contabilização de salários que são posteriores à 1994, resumindo, não enquadrando tudo que foi contribuído por parte do beneficiário.

Inclusão dos salários anteriores a junho de 1994

Ocorreu no dia 6, (Quinta-feira) uma fala positiva, por parte do Procurador Geral Augusto Aras, sobre a inclusão dos salários anteriores a junho de 1994  no cálculo dos benefícios e aposentadorias e pensões do INSS

Resumindo, isto representa uma importante parte para o estabelecimento da Revisão para a vida toda. 

De acordo com “Aras” 

“Desconsiderar o efetivo recolhimento das contribuições realizado antes de 1994 vai de encontro ao direito ao melhor benefício e à expectativa do contribuinte, amparada no princípio da segurança jurídica, de ter consideradas na composição do salário de benefício as melhores contribuições de todo o seu período contributivo”

Quem pode solicitar o benefício?

Qualquer cidadão trabalhador que contribuiu com a previdência antes de 1994, tem direito de requerer a revisão, sendo necessário estar atento a alguns requisitos. Veja!

  1. Não pode ser beneficiário do INSS a partir das regras da Reforma da Previdência de 2019;
  2. Sendo necessário ter tido acesso  ao benefício do INSS após 19 de novembro de 1999;
  3. Se ultrapassar o prazo de 10 anos desde o primeiro pagamento do salário do benefício, não é possível solicitar o benefício. 

Como solicitar esta revisão?

Primeiramente é necessário fazer uma análise de algumas questões pertinentes, vou listar quais são. Veja! 

  1. Análises de carnês pagos pelo segurado; 
  2. Contribuições com a previdência antes de 1994;
  3. Analisar as possíveis alterações na carteira; 
  4. Sendo necessário levar para a análise o cadastro CNIS (Cadastro de Nacional de Informações Sociais).

Feito a análise destes pontos que citei acima, caso seja interessante solicitar esta revisão, basta solicitar de forma online pelo site “Meu INSS’, é necessário enviar os documentos digitalmente. 

É possível também fazer isto através do número 135, neste será agendada uma data para levar as documentações pessoais. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Por Laís Oliveira.