Liberado consulta ao calendário da 7ª parcela do Auxílio Emergencial

Em meio ao dilema quanto a nova prorrogação do auxílio emergencial, o calendário da 7ª parcela já está disponível

A sétima parcela do Auxílio Emergencial terá início nos próximos dias, assim a Caixa Econômica Federal já liberou a consulta as datas de pagamento dessa que até o momento será a última parcela do benefício, com valores entre R$ 150 e R$ 375.

Existem ainda, movimentações de membros do Governo Federal que pedem a prorrogação do benefício por mais dois meses ou ainda até o mês de abril de 2022, contudo, ainda não temos uma confirmação exata sobre os novos pagamentos.

Sétima parcela do Auxílio Emergencial

Para o público geral, o pagamento da sétima parcela do auxílio terá início na próxima quarta-feira (20), onde será possível o recebimento do benefício em conta poupança social digital. Já o calendário de saques em dinheiro estará disponível apenas no dia 1º de novembro.

Quanto aos beneficiários do Bolsa Família, o pagamento da sétima parcela terá inicio na próxima segunda-feira (18) e continuará sendo pago conforme o último digital no Número de Identificação Social (NIS).

Calendário de pagamentos

Público geral – Depósito em conta poupança social digital

  • Nascidos em janeiro – Recebem dia 20 de outubro (quarta-feira)
  • Nascidos em fevereiro -Recebem dia 21 de outubro (quinta-feira)
  • Nascidos em março – Recebem dia 22 de outubro (sexta-feira)
  • Nascidos em abril – Recebem dia 23 de outubro (sábado)
  • Nascidos em maio – Recebem dia 23 de outubro (sábado)
  • Nascidos em junho – Recebem dia 26 de outubro (terça-feira)
  • Nascidos em julho – Recebem dia 27 de outubro (quarta-feira)
  • Nascidos em agosto – Recebem dia 28 de outubro (quinta-feira)
  • Nascidos em setembro –Recebem dia 29 de outubro (sexta-feira)
  • Nascidos em outubro – Recebem dia 30 de outubro (sábado)
  • Nascidos em novembro – Recebem dia 30 de outubro (sábado)
  • Nascidos em dezembro – Recebem dia 31 de outubro (domingo)

Público geral – Saque em espécie e transferência bancária

  • Nascidos em janeiro – Recebem dia 1º de novembro (segunda-feira)
  • Nascidos em fevereiro – Recebem dia 3 de novembro (quarta-feira)
  • Nascidos em março – Recebem dia 4 de novembro (quinta-feira)
  • Nascidos em abril – Recebem dia 5 de novembro (sexta-feira)
  • Nascidos em maio – Recebem dia 9 de novembro (terça-feira)
  • Nascidos em junho – Recebem dia 10 de novembro (quarta-feira)
  • Nascidos em julho – Recebem dia 11 de novembro (quinta-feira)
  • Nascidos em agosto – Recebem dia 12 de novembro (sexta-feira)
  • Nascidos em setembro – Recebem dia 16 de novembro (terça-feira)
  • Nascidos em outubro – Recebem dia 17 de novembro (quarta-feira)
  • Nascidos em novembro – Recebem dia 18 de novembro (quinta-feira)
  • Nascidos em dezembro – Recebem dia 19 de novembro (sexta-feira)

Bolsa Família

  • NIS final 1 – Recebem dia 18 de outubro (segunda-feira)
  • NIS final 2 – Recebem dia 19 de outubro (terça-feira)
  • NIS final 3 – Recebem dia 20 de outubro (quarta-feira)
  • NIS final 4 – Recebem dia 21 de outubro (quinta-feira)
  • NIS final 5 – Recebem dia 22 de outubro (sexta-feira)
  • NIS final 6 – Recebem dia 25 de outubro (segunda-feira)
  • NIS final 7 – Recebem dia 26 de outubro (terça-feira)
  • NIS final 8 – Recebem dia 27 de outubro (quarta-feira)
  • NIS final 9 – Recebem dia 28 de outubro (quinta-feira)
  • NIS final 0 – Recebem dia 29 de outubro (sexta-feira)

Nova prorrogação do auxílio emergencial

Muito se especula sobre a nova prorrogação do auxílio emergencial, contudo, será necessário aguardar as próximas movimentações do governo. Além disso, a hipótese maior para que o auxílio seja prorrogado é caso o governo fracasse com a liberação do Auxílio Brasil.

O Auxílio Brasil vem sendo uma aposta do governo, como novo programa social de distribuição de renda com o objetivo de substituir o atual Bolsa Família. A expectativa é de que o programa saia no mês que vem, mas o governo vem enfrentando muitas dificuldades para isto.

Assim, caso a liberação do novo programa não venha a acontecer, o governo pode reeditar o período de calamidade pública e consequentemente liberar uma nova prorrogação do auxílio emergencial que pode ocorrer até o mês de abril de 2022.

Comentários estão fechados.