Liberado saque emergencial do FGTS de R$ 1.100?

0

Desde o final do ano passado quando o governo começou a ser pressionado sobre uma eventual prorrogação do auxílio emergencial, a equipe do presidente Bolsonaro, bem como o ministério da Economia estão buscando novas maneiras de ajudar a população brasileira, além de estimular a economia neste inicio de ano, sem que novas medidas possam impactar no orçamento federal para 2021.

Dentre as opções disponíveis pelo governo, temos a liberação de uma nova rodada de saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O saque emergencial do FGTS foi realizado no ano passado, e teve seu anuncio logo no início da pandemia, no total 51,5 milhões de trabalhadores estavam autorizados a sacar até R$ 1.045 das contas do fundo.

Contudo, apesar do que era esperado, o programa não teve 100% de adesão, de acordo com informações da Caixa Econômica Federal, dos R$ 36,5 bilhões liberados pela medida, R$ 12,3 bilhões não foram resgatados e voltaram as contas do FGTS.

Nova rodada do saque emergencial

Para 2021, o governo estudo a liberação do saque das contas ativas (emprego atual) e inativas (empregos anteriores) nos mesmos moldes do ano passado, contudo a diferença está relacionado ao valor, tendo em vista que em 2020 o limite para saque era de um salário mínimo, ou seja R$ 1.045, porém, devido ao reajuste do salário mínimo, o limite para saque este ano deve fica em R$ 1.100.

O objetivo em si da liberação do FGTS emergencial em 2021, seria uma resposta a pressão pela qual o governo vem sofrendo para a liberação de recursos bem como movimentar a economia sem que seja necessário exigir um maior endividamento por parte do governo.

Vale lembrar que ainda em 2020, membros da equipe do governo já haviam informado a intenção de realizar uma novada rodadas de saque do FGTS caso fosse necessário. Segundo fontes, o governo ainda pretende avaliar o cenário econômico no início de 2021 para confirmar a liberação de um novo saque que pode ser divulgada ainda este mês.

Liberação

Segundo os membros do governo, o cenário atual é o ideal para analisar a real necessidade de uma nova rodada do saque emergencial do FGTS em 2021. De acordo com os membros do governo, caso venha ser viável uma nova liberação do saque emergencial do FGTS o anúncio da medida deverá ser anunciado ainda no final do mês de janeiro.