Limite de transferência de R$ 1 mil pelo Pix começa a valer hoje, veja o que muda

Confirmado desde setembro pelo Banco Central, a transferência reduzida começa a valer nesta segunda-feira (4)

Nesta segunda-feira (4), as regras novas regras que limitam a transferência do Pix começam a valer. A regra estabelece que a transferência e pagamento entre pessoas físicas seja limitada em R$ 1 mil das 20h às 6h. A medida já tinha sido anunciada pelo Banco Central no mês passado, e agora entram em vigor.

No caso de pessoas jurídicas nada será alterada. Contudo, a nova restrição vale nas transações por meio do Pix bem como para os sistemas tradicionais como o TED e o DOC, além de pagamentos de boletos e compras com o cartão de débito.

Mudança vale para todos

É importante lembrar que as novas regras de transferência e pagamento valem para todos os usuários, independente da instituição bancária em que o mesmo tenha conta.

Usuários poderão aumentar o limite?

Sim, será possível alterar o limite das transações, através dos canais de atendimento eletrônico das instituições financeiras. Porém, o prazo para efetivação do aumento será de 24 a 49 horas após a realização do pedido e não serão mais concedidos instantaneamente como era antes.

Definições diferenciadas

Agora as instituições financeiras devem ofertar os usuários a possibilidade de customização de limites distintos de movimentação no Pix, seja durante o dia ou a noite. O que permitirá limites mais baixos durante o período noturno.

Será permitido também o cadastro prévio de contas que poderão receber uma transferência por Pix, com valor acima do limite estabelecido, mantendo os limites mais baixos para as outras transações que não tenham sido cadastradas.

Comentários estão fechados.