Os trabalhadores que são clientes do Banco do Brasil (BB) serão contemplados com uma nova linha de crédito, desde que sejam optantes pela modalidade do saque-aniversário do Fundo Nacional de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A ação se trata da disponibilidade de antecipação do crédito previsto para o referido saque, através do saldo presente na conta do FGTS como garantia. 

Entretanto, para contratar a linha de crédito, é necessário que se faça a autorização prévia.

Sendo assim, o trabalhador deve acessar o aplicativo do FGTS ou o site da Caixa Econômica Federal (CEF), para realizar o processo.

Concluída a autorização, o Banco do Brasil estará apto para fazer a consulta do saldo, e bloquear o valor vinculado ao empréstimo. 

Vale ressaltar que, todas as informações referentes a limites de valores por faixa de saldo, bem como, as regras de adesão ao crédito estão dispostas do portal da Caixa Econômica.

Esta modalidade permite a antecipação de até três anos dos recursos que seriam viabilizados através do saque-aniversário do FGTS, diante do valor mínimo de R$ 1 mil por operação, com taxas incidentes sobre o percentual de 0,99% ao mês.

Como solicitar o empréstimo

Os clientes do Banco do Brasil podem solicitar o empréstimo diretamente pelo aplicativo da instituição, na agência, ou por um dos números da Central de Atendimento BB (0800-7294117 ou 4003-4117).

FGTS

Se autorizada, a liberação da linha do recurso acontecerá por meio da conta corrente depois que a reserva do saldo na conta do FGTS for feita.

Caixa Econômica também liberou a antecipação

A Caixa Econômica Federal também autorizou a antecipação do saque-aniversário do FGTS, perante o pagamento de até três parcelas do benefício, usando-o como garantia para o empréstimo.

“O empréstimo consiste em uma antecipação do valor do saque disponibilizado no mês do seu aniversário. O saldo do FGTS é utilizado como garantia da operação, trazendo simplicidade e agilidade para a contratação”, destacou a instituição. 

O valor referente até três anos do pagamento do benefício, no valor mínimo de R$ 2 mil, será disponibilizado digitalmente nas contas poupanças sociais digitais, sem que o trabalhador precise se dirigir até uma das agências bancárias, informou o presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães.

Além disso, a taxa de juros permanece a mesma daquela aplicado no Banco do Brasil, sendo de 0,99% ao mês.

“O crédito é rápido e fácil, sem burocracia. Basta acessar o Internet Banking, simular, contratar e utilizar o recurso”, acrescentou.