Tudo o que acontece na rotina de uma empresa precisa ficar anotado nos livros de escrituração do Sped. Esses livros servem para gravar desde a venda de produtos e controle de estoques, até o lucro e eventuais prejuízos sofridos pelo empreendedor.

Livros do Sped Contábil

Dada a sua importância, os livros de escrituração são de três tipos: livros fiscais; livros contábeis; e livros sociais. Cada um desses livros assinala atos e fatos próprios que ocorrem na administração de qualquer empresa.  Então, os livros contábeis, sempre assinados por um Contador, registram anotações importantes que impactam a gestão contábil desses dados.

Obrigatoriedade

A legislação nacional estabelece que todos os comerciantes estejam obrigados a seguir uma prescrição análoga de Contabilidade e escrituração, mantendo os livros necessários para este fim. Por isso, alguns livros contábeis são obrigatórios. Porém, outros não, mas a indicação é que nenhum desses livros seja ignorado pelo empresário, já que podem ser perfeitamente empregues como um utensílio de gestão e controle de entradas e saídas.

Neste sentido, a Escrituração Contábil Digital – ECD, a qual faz parte do Sistema Público de Escrituração Digital – Sped e substituiu a escrituração em papel pelo lançamento enviado ao fisco via arquivo digital, corresponde à obrigação de a empresa transmitir, em versão eletrônica, os seguintes livros:

  • Livro Diário e seus auxiliares, se houver;
  • Livro Razão e seus auxiliares, se houver;
  • Livro Balancetes Diários, Balanços e fichas de lançamento comprobatórias dos assentamentos neles transcritos.

Tipos de Livros do Sped Contábil

Sendo assim, falaremos de cada um desses livros separadamente:

Diário Geral

Contém Termo de Abertura, Diário, Balancete, Demonstrações (Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados – DLPA, Demonstração do Fluxo de Caixa – DFC, Demonstração do Valor Adicionado – DVA, Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido – DMPL, Demonstração de Resultado Abrangente – DRA, Demonstração do Resultado no Exercício – DRE), Balanço Patrimonial, Notas explicativas e Termo de Encerramento.

Diário com Escrituração Resumida (vinculado a livro auxiliar)

Importante lembrar que o Livro Diário se faz obrigatório pela legislação comercial, e registra as operações da empresa, no seu dia a dia, por isso ele tem esse nome. A escrituração do Diário deve obedecer às Normas Brasileiras de Contabilidade – NBC. Como o próprio nome remete “Diário com Escrituração Resumida”, o contador precisa fazer um resumo das principais movimentações da empresa.

Diário Auxiliar

Contém os lançamentos individualizados das operações lançadas no Diário com Escrituração Resumida. Está previsto no § 1º do art. 1.184 da Lei nº 10.406/2002 (Código Civil).

Razão Auxiliar

Também conhecido como “Livro Razão”, é obrigatório pela legislação comercial e tem o objetivo de comprovar o fluxo analítico das contas escrituradas no Livro Diário e constantes do balanço.

Na prática, esse livro faz um agrupamento dos registros contábeis de uma empresa que usa o método das Partidas Dobradas, descrito pela primeira vez por Luca Pacioli no livro “Summa de Arithmetica, Geometria, Proportioni et Proportionalità“, no ano de 1494, e que se tornou o sistema padrão utilizado em empresas para o registro eficaz das transações financeiras, por possuir um “índice” para todas as transações que ocorrem em uma companhia.

Livro de Balancetes Diários e Balanços

Nele, são escriturados todos os fatos contábeis que provoquem alteração no patrimônio da entidade, referindo-se ao documento que comprova a sua existência.

Quem deve entregar a ECD?

São obrigadas a entregar a ECD as seguintes empresas: do lucro real; do lucro presumido; Sociedades em Conta de Participação – SCP, com livros auxiliares do sócio ostensivo, e outras pessoas jurídicas que, devido a alguma situação específica, precisaram apresentar a Escrituração Digital das Contribuições, conforme Instrução Normativa RFB 1.252/2012.

Geralmente, a ECD deve ser entregue em maio, mas o ideal é que as empresas mantenham os livros do Sped Contábil atualizados mensalmente. Neste aspecto, uma grande vantagem na entrega da ECD e que evita riscos para as empresas é ter em mãos um bom Certificado Digital, inclusive, como planejamento das ações para os anos vindouros, já que ele mantém, de forma prática e segura, todas as informações armazenadas, as quais podem ser acessadas através de um único clique, de qualquer computador ou dispositivo com internet.



DICA EXTRA! Conheça o maior treinamento de Analista Fiscal do Brasil! O Programa de Formação em Analista Fiscal é o curso online mais completo, prático e atualizado sobre o setor fiscal e tributário do Brasil.Você que trabalha no setor fiscal precisa ter em mente que NÃO HÁ MAIS ESPAÇO PARA AMADORES.

Você vai aprender de maneira aprofundada, assuntos que não são abordados dentro das salas de aula das faculdades, o que é de fato cobrado dentro da realidade dos profissionais de contabilidade. Ou seja, você vai aprender de forma prática e aprofundada, a nossa legislação tributária, e como entender os principais tributos do nosso país e assim dominar totalmente o setor fiscal/tributário

Essa é a última chamada, as vagas estão se encerrando, e se matriculando hoje você ainda ganha inteiramente grátis os cursos de Analista em eSocial, Especialista em SPED, curso de Contabilidade na Prática, o livro digital Descomplicando o SPED e muito mais. Corra as vagas já estão acabando. Clique aqui e garanta a sua!



Conteúdo original CertSign