Lucro do FGTS, quanto receber, onde consultar e como sacar

Na próxima terça-feira (10) o Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) realizará uma reunião para definir os valores previstos de R$ 5,9 bilhões para serem distribuídos às contas dos trabalhadores.

O valor é referente a parte do lucro do fundo, que em 2020 teve um acumulado de R$ 8,5 bilhões. Neste ano, como a rentabilidade encolheu cerca de 25%, a quantia a ser distribuída deverá, pelo menos, garantir a correção monetária dos valores pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Segundo a Caixa Econômica Federal, o Brasil atualmente conta com mais de 83 milhões de cotistas do fundo, que receberam os valores muito em breve.

A distribuição dos resultados significa uma rentabilidade de 3% ao ano, mais a Taxa Referencial (que hoje está zerada) mais o novo índice que deve ser definido pelo Conselho Curador na próxima semana. A título de comparação a rentabilidade do FGTS no ano de 2019, paga em 2020 que ficou em 4,9%.

Desses 4,9% de rentabilidade temos como formação o rendimento das contas do fundo formada pela taxa de 3% ao ano, pela Taxa Referencial que como dito anteriormente está zerada e pela divisão de lucro definido pelo Conselho Curador que foi de 1,84%.

Assim que o Conselho Curador definir as datas de repasse e a Caixa creditar os valores, a consulta do saldo poderá ser feita pelo extrato no aplicativo FGTS, ou ainda pelo site da Caixa, ou pelo internet banking da Caixa. No extrato o lucro depositado estará indicado como  “cred dist resultado ano base 12/2020”.

Distribuição do Lucro do FGTS

  • O Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) aprovará na próxima semana a distribuição de R$ 5,9 bilhões para as contas de trabalhadores;
  • O valor é referente a parte do lucro obtido pelo Fundo em 2020;
  • A grana do lucro deve cair nas contas vinculadas ao FGTS até 31 de agosto deste ano.

Como saber quanto receberei do lucro do FGTS?

A conta é simples, e basta se atentar a alguns pontos. O primeiro deles é verificar o saldo do fundo em 2020 e aplicar os 3% ao ano (taxa fixa) + Taxa Referencial (atualmente zerada) + porcentagem de distribuição de resultados do Fundo que será definida na próxima semana.

Atenção

  • O rendimento de 3% foi pago ao longo de 2020; sendo assim o dinheiro da taxa fixa já entrou na conta do trabalhador;
  • O complemento, referente à distribuição de resultados que será definida pelo Conselho Curador do FGTS, deve cair até 31 de agosto de 2020.

Saques

É importante esclarecer que o saque do lucro do FGTS continuará seguindo o cronograma tradicional de saques do fundo, ou seja, para os casos de demissão sem justa causa, para compra de um imóvel, por motivo de aposentadoria, doença grave, entre outras.

Condições

A única condição exigida para receber o lucro do FGTS é de ter possuído saldo nas contas do FGTS até 31 de dezembro de 2020.

Comentários estão fechados.