A Caixa Econômica Federal (CEF) informou que concluiu nesta terça-feira (18) o repasse do lucro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aos cotistas, referente ao resultado do ano de 2019. Ao todo, foram creditados R$ 7,5 bilhões.

FGTS

O banco tinha até o final do mês para efetuar os pagamentos, porém a operação foi antecipada. Para saber se você tem direito, basta consultar o saldo no aplicativo FGTS ou o site da Caixa.

Serão distribuídos ao todo R$ 7,5 bilhões (o que equivale a 66,23%) do lucro do FGTS. A rentabilidade anual do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço será de 4,9% (número maior que a inflação e a poupança).

Quem tem direito ao lucro?

Terá direito ao lucro do FGTS o brasileiro que tinha saldo nas contas ativas e inativas no dia 31 dezembro de 2019. Os valores a serem recebidos vai depender do saldo de cada trabalhador no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

“A Caixa tem investido fortemente em tecnologia e simplicidade no atendimento à população. Isso nos permitiu fazer a antecipação do crédito dos resultados do FGTS, garantindo o acesso dos cidadãos aos seus direitos de forma mais rápida, o que é extremamente importante, sobretudo neste momento”, afirma Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal.

De acordo com a Caixa, o lucro será distribuído para 167 milhões de contas ativas (emprego atual) e inativas (empregos anteriores) do FGTS. O valor médio individual é de R$ 45,00.

Fique atento, o lucro será depositado automaticamente na conta do beneficiário, sem que você precise fazer algum tipo de solicitação.

Os saques poderão ser feitos pelos trabalhadores nas situações previstas na Lei 8.036/90, como nos casos de demissão sem justa causa, saque aniversário, aposentadoria e outros.

Como consultar o saldo?

Os trabalhadores podem consultar o valor do crédito em seu extrato, disponível no aplicativo FGTS, no site da Caixa ou no internet banking do banco, no caso dos correntistas