Uma parte do lucro do FGTS de 2019 será dividido com os trabalhadores esse ano. O valor que será dividido aos trabalhadores é de R$ 7,5 bilhões o que equivale a 66,2% do lucro do FGTS no ano passado.

O montante será distribuído de forma proporcional ao saldo das contas. O saldo referente ao lucro será depositado aos trabalhadores no dia 31 de agosto e para receber é necessário que o trabalhador tivesse saldo em conta do fundo em 31 de dezembro de 2019. Confira a seguir os valores que serão distribuídos aos trabalhadores, e saiba quando você pode receber.

Saldo em 31 de dezembro de 2019Rendimento total de 2019: correção monetária paga mês a mês (3% ao ano) + lucro de 1,84% em 2019Lucro de 1,84% que será pago no dia 31 de agosto
R$ 1.000R$ 48,40R$ 18,40
R$ 5.000R$ 242R$ 92
R$ 10.000R$ 484R$ 184
R$ 20.000R$ 968R$ 368
R$ 50.000R$ 2.420R$ 920
R$ 100.000R$ 4.840R$ 1.840
FGTS

De acordo com o conselho do FGTS, havendo a distribuição do lucro do Fundo de Garantia, o rendimento anual do fundo vai chegar a 4,9%, rendimento isso que ultrapassa a inflação de 2019 que chegou a 4,31%. Sendo assim os trabalhadores terão ganhos rais. Esse percentual refere-se ao rendimento anual do fundo somando à distribuição do lucro.

Rendimento do FGTS

Por lei o rendimento anual do Fundo de Garantia é de 3%. Com a distribuição dos lucros o rendimento referente a 2019 chega a 4,9%.

Com isso, sem esse salário, para cada R$ 100 em conta que eu trabalhador tinha em 2019, no final do período ele teria o montante equivalente a R$ 103. Após a distribuição dos lucros o saldo saltaria para R$ 104,90.

Em outras palavras, o trabalhador vai receber um valor de R$ 1,90 para cada R$ 100 que ele tinha em conta do FGTS no dia 31 de dezembro. Onde o depósito na conta será efetuado no dia 31 de agosto.

A Caixa Econômica Federal informa que os valores serão depositados para 167 milhões de contas ativas e inativas, que receberão crédito da distribuição de resultados. O valor em média distribuído por conta será de R$ 45.

O valor do crédito poderá ser consultado a partir do dia 31 de agosto no aplicativo FGTS, site da caixa (fgts.caixa.gov.br) ou internet Banking Caixa.