Markup: Entenda o que é e como fazer o cálculo

Todo empresário deve saber elaborar preços de venda. Afinal, a precificação correta é crucial para garantir a lucratividade da sua empresa.

E você está cobrando o preço certo pelos seus produtos? Para chegar a esse valor, você precisa saber o que é markup e como calculá-lo. 

Esse índice poderá te ajudar a definir com maior assertividade os preços de produtos e serviços e é fundamental para traçar estratégias comerciais.

Pensando nisso, preparamos este artigo para que você compreenda tudo sobre o tema. Não perca!

Você sabe o que é Regime de Caixa? Confira tudo neste artigo!

O que é Markup?

Markup é um índice usado para determinar o preço de venda de um produto ou serviço, que deve ser aplicado sobre o seu custo final.

Basicamente, após determinar o custo unitário, você deve somar a margem de lucro. Nesta conta, ainda é preciso incluir taxas, impostos e todas as outras despesas que se aplicam à venda.

Contudo, o índice não deve ser usado como referência isolada ao precificar, pois não considera fatores externos, por exemplo. Ainda assim, é um ponto de partida básico.

Uma vez definido, o empresário pode comparar seus fatores de produção internos com os preços praticados no mercado.

Após obter o preço do produto, você pode comprovar se o valor é compatível com a média praticada no mercado. Caso não seja, indica que algum processo na produção precisa ser corrigido.

É importante ressaltar que não existe um índice de markup considerado ideal. Ele varia de acordo com o mercado que seu negócio está inserido, podendo oscilar até mesmo de empresa para empresa. 

Agora, se o valor medido após a aplicação da fórmula se mostrar compatível com o da concorrência, basta determinar o quanto sua empresa deve cobrar por cada venda.

Porém, tenha em mente que ainda é importante considerar os agentes externos, como preços dos concorrentes e poder de compra do consumidor.

E para que ele serve?

Determinar um preço que garanta retorno financeiro pode ser um grande desafio para os empreendedores. Por isso, é necessário saber o que é markup e para que ele serve.

Justamente por se tratar de uma útil ferramenta que permite determinar preços justos para vendedores e compradores.

A partir dos resultados, você conseguirá chegar a um denominador comum. Então, junto com outras análises de circunstâncias externas, sua empresa poderá precificar produtos ou serviços com mais precisão.

Em outras palavras, o markup serve como uma ferramenta de gestão que ajuda a precificar corretamente, o que permite conduzir seu negócio para o sucesso.

Como funciona e como calcular o Markup?

Agora que já sabe o que é markup e sua finalidade, é hora de entender como utilizar esse índice em sua empresa.

Primeiro, é necessário entender que o custo total de produção define, a princípio, quanto sua empresa deve cobrar do consumidor final.

No entanto, dependendo do tipo de produto ou solução oferecida, uma série de fatores entram em jogo, dificultando a tarefa de definição de preços justos.

Nesse sentido, esse índice desempenha um papel simplificador, pois é avaliado tudo o que sua empresa gasta para que o produto chegue ao consumidor.

Para chegar a esse resultado, é utilizada uma fórmula, na qual são dispostos todos os valores dos componentes do markup. São três variáveis:

  • despesas fixas (DF): representa todos os custos para manter a empresa ativa, independentemente do quanto é produzido (salários de funcionários, aluguel, água, energia, etc);
  • despesas variáveis (DV): gastos relacionados diretamente com a venda, como comissões e impostos;
  • margem de lucro desejada (ML): valor que sobra da venda de um produto ou serviço.

Esses valores devem ser cuidadosamente classificados para que o resultado final alcance números precisos e definitivos.

Capital De Giro: O Que É, Para Que Serve E Como Calcular

Fórmula Markup

Após conhecer todos os fatores que entram no cálculo, é só aplicá-los na fórmula do markup:

  • Markup = 100/100 – (DF+DV+ML)

Exemplo de Markup

Para você entender como, de fato, é a aplicação da fórmula, vamos exemplificar. Considere uma empresa que venda um determinado produto cuja as despesas estejam divididas da seguinte forma:

  • fixas (20%): ou seja, 20% do valor que você recebe do cliente final é para cobrir os custos operacionais fixos;
  • variáveis (15%): ou seja, é direcionado para o pagamento de impostos, comissões e taxas;
  • margem de lucro (25%): margem de lucro para cada produto vendido.

Agora, vamos lançar os valores dentro da fórmula, para então chegar ao índice markup:

  1. Markup = 100/100 – (20+15+25)
  2. Markup = 100/100 – 60
  3. Markup = 100/60
  4. Markup = 1,66

Agora, devemos usar esse índice para calcular o preço de venda.

Vamos imaginar um produto cujo custo de produção (CP) com matéria-prima e mão de obra seja de R$ 57,00. Sendo assim:

Preço de Venda = CP x Markup

  1. PV = 57 x 1,66
  2. PV = 94,62

Ou seja, o preço de venda do produto será de R$ 94,62.

Por que o Markup é importante?

Após descobrir o que é markup, você deve ter percebido que se trata de um índice muito útil na hora de precificar seus produtos ou serviços.

Por meio dele, você pode ter uma visão dos seus custos operacionais, despesas gerais e suas próprias margens de lucro.

Muitos empreendedores não dão a devida importância a esses fatores, e apenas definem preços de acordo com os valores cobrados pelos concorrentes.

Manter a competitividade é importante, porém, ignorar os custos de produção é um erro de gestão muito sério. Isso porque, o preço passado para os clientes deve cobrir seus gastos e ainda proporcionar lucro.

Sem isso, você poderá comprometer a permanência da sua empresa no mercado, pois no final do mês, as receitas não irão cobrir as despesas no seu fluxo de caixa.

Quais empresas podem utilizar o Markup?

Todas as empresas podem usar o markup como referência para especificar o preço que pretende cobrar do consumidor.

Uma das vantagens do índice é sua versatilidade, ou seja, pode ser aplicado com sucesso em qualquer modelo de negócio e tamanho de empresa, do MEI às grandes corporações. 

CMV: aprenda como calcular e qual a importância de seu uso!

Conclusão

Aprender o que é markup foi essencial para que você saiba como garantir que o preço dos seus produtos serão suficientes para cobrir todos os seus custos e ainda produzir uma margem de lucro satisfatória.

Assim, você poderá especificar o preço que pretende cobrar do consumidor com mais assertividade, além de ter a segurança necessária para aplicar descontos nas vendas, sem afetar a lucratividade.

Fonte: Omitte

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.