Site icon Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal

MEI: Como aumentar as vendas com indicações de clientes

Imagem Por fizkes / elements envato / editado por Jornal Contábil

Imagem Por fizkes / elements envato / editado por Jornal Contábil

Cada um dos 11 milhões de MEI no país precisam saber como vender mais com indicações de clientes. A razão para isso é bem fácil de entender: um Microempreendedor Individual tem faturamento máximo limitado a R$81 mil por ano (enquanto a lei com novo limite não é sancionada). Isso faz, portanto, com que não haja grande espaço para investimentos em Marketing.

Dessa forma, um MEI acaba dependendo do investimento em indicações para conseguir novos clientes no mercado, o que pode ser um pouco mais complicado do que o esperado, caso não se saiba como estimular essas recomendações ou, sequer, se entenda como e quando agir para conseguir aumentar as indicações de maneira controlada e programática.

Quer aprender como vender mais com indicações de clientes sendo MEI? Então siga a leitura do artigo abaixo e veja algumas dicas sobre o assunto!

Como vender mais com indicações de clientes sendo MEI em 4 passos

1. Entenda como as vendas por recomendações funcionam

Você já ouviu falar no sistema de venda por indicações? Talvez não conheça por esse nome, mas com certeza já ouviu falar em algo parecido, especialmente com empresas de TV a cabo ou aplicativos de delivery.

Em poucas palavras, o sistema de vendas por indicação funciona assim: um cliente atual da sua empresa tem a possibilidade de indicar um amigo ou familiar para se tornar cliente da sua empresa também. Caso o negócio seja fechado, esse consumidor ganha um bônus ou algum tipo de recompensa.

O que essa estratégia faz é se aproveitar de gatilhos mentais para aumentar bastante a sua base de clientes, além de explorar um recurso muito útil que poucas empresas aproveitam: os seus consumidores já satisfeitos.

Na prática, um gatilho mental é um comando que ativa uma resposta automática no subconsciente do nosso cérebro. Por exemplo, quando vemos alguém gritando “Socorro” ou quando vemos uma cobra colorida, nosso cérebro inconscientemente registra aquilo como algo perigoso e ativa uma resposta física para que saiamos dali.

O que o sistema de vendas por indicações faz é explorar o gatilho mental da Prova Social, ou seja, o fato de confiarmos mais em alguma coisa que foi recomendada por alguém que já confiamos. Além disso, também oferece benefícios para quem faz a indicação, o que resulta em um win-win: todos os envolvidos saem ganhando.

2. Faça um produto ou serviço de alta qualidade

Se você quer receber indicações, precisa fazer um serviço de alta qualidade. Isso já é verdade para grandes negócios, mas se torna especialmente verdadeiro no caso de MEIs. Afinal de contas, você não conta com outros recursos de grandes empresas para atrair os consumidores. Por exemplo, você não tem um marketing intenso ou pode comprar a matéria-prima em larga escala para reduzir o preço dos seus produtos ou serviços. O que você pode fazer é oferecer o máximo de qualidade e personalização possível.

Isso é vital para que você se torne aquele “segredo bem guardado” dos clientes, a recomendação que eles fazem quando querem surpreender alguém.

3. Estude a sua margem de lucro

Um ponto importante a ter em mente sobre o sistema de indicações é que você precisa ter total controle sobre a sua margem de lucro. A lógica é bem simples: a sua margem de lucro é quanto você “ganha” por negócio fechado. Se você vai oferecer um valor de premiação ou recompensa ao cliente que fizer uma recomendação bem-sucedida, então precisa garantir que a margem de lucro será maior do que o valor da recomendação. Se não for assim, você estará perdendo dinheiro a cada recomendação feita.

Portanto, entenda como a sua margem de lucro funciona e quais as ferramentas possíveis para aumentá-la ou trabalhá-la de forma a garantir que as indicações aumentarão seus ganhos.

4. Entenda as necessidades da sua persona

Um ponto importante a ter em mente é entender que a sua persona pode ter necessidades diferentes dos clientes de outras empresas. Por isso, nem todo negócio funciona com o mesmo sistema de indicações. Por exemplo, uma empresa que trabalhe com assinaturas pode interessar os consumidores com descontos mensais. Já um negócio com vendas únicas, pode atrair com outros prêmios. Analise bem o que o seu consumidor deseja como recompensa e só então inicie um programa de indicações no seu negócio

Pronto! Agora que você viu como vender mais com indicações de clientes sendo MEI, é hora de colocar as dicas em prática para conseguir fechar mais vendas e aumentar o seu faturamento. Uma das vantagens do Marketing de Indicações é o fato de ele é facilmente escalável: um cliente fazendo recomendações pode se transformar em 2, 4, 8, 16, 32 e, quando você for ver, já ultrapassou o limite de faturamento do MEI e precisa trocar para o Simples Nacional.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio. Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar.

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio.

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Sair da versão mobile