Já no começo do ano de 2020, os Microempreendedores Individuais – MEI, já somavam mais de 9,4 milhões de brasileiros que nem imaginavam a iminência de uma pandemia.

O desejo de tantos brasileiros em formalizar seus negócios e desfrutar dos benefícios do cadastro no MEI não pode ser perdido nesta época.

Estatísticas demonstram que muitas atividades do MEI, como cabeleireiro, vendedores ambulantes e serviços oferecidos de forma presencial foram paralisados, gerando grandes perdas econômicas.

Mas sempre é tempo de se reinventar. Quem já deixou a segurança de um emprego fixo e se aventurou a abrir o próprio negócio não vai se deixar abater. 

Existem muitas formas de trabalhar online em época de pandemia, usando o cadastro do MEI a seu favor.

Como trabalhar online usando o MEI a seu favor?

Em muitos casos, a atuação do MEI pode ser feita à distância ou os serviços prestados de forma remota.

Usar bem o site e as redes sociais pode ajudar os microempreendedores não só a manter parte do faturamento, mas a encontrar novas formas de lucrar.

Um período de crise pode ser uma oportunidade para driblar desafios e criar estratégias de sobrevivência.

Veja agora algumas dicas para oferecer serviços online durante a quarentena. Assim, quando a vida voltar ao normal, você será um microempreendedor diferente e muito mais preparado.

Existem diversas ferramentas para diferentes nichos de mercado. Se seu site já está hospedado, é só começar a trabalhar.

Como iniciar novas formas de fazer negócio, atrair clientes e ganhar dinheiro

A pandemia modificou hábitos de comportamento em todo o mundo, em cidades de todos os tamanhos, em diferentes nichos de mercado, sejam sites, construtoras ou pequenas lojas.

As medidas de isolamento social fizeram com que empresas e consumidores se adaptassem a novas maneiras de negociar.

Nesta era em que tudo é digital, o MEI não ficaria de fora. Comece botando ordem na casa.

Se você ainda não tiver um site, crie um e o hospede.  A hospedagem de site possibilita o armazenamento de informações, imagens, vídeos e o que mais sua imaginação achar importante, disponibilizando para todos os seus clientes.

Use o visual de seu site e uma boa linguagem para atrair mais pessoas que possam se tornar clientes.

Use seu site e redes sociais para deixar seus clientes informados sobre o oferecimento de seus produtos durante a pandemia, promoções e medidas sanitárias tomadas.

Dicas de como trabalhar online em época de pandemia

1- Ofereça cursos online

Existe uma infinidade de cursos que podem ser realizados de forma virtual e são uma excelente fonte de renda para o MEI.

Seja através de um curso fechado ou suporte, seu site tem muito a oferecer.

Contando com uma boa hospedagem, seu site pode se tornar referência no ramo. Descubra o potencial de seu negócio!

Veja algumas sugestões de cursos online:

• Maquiagem e automaquiagem;

• Horta e jardinagem domiciliar;

• Línguas;

• Penteados;

• Exercícios físicos personalizados e para grupos de risco;

• Redação criativa.

A dica de ouro é se aliar a parceiros com serviços similares e agrupar todos os cursos em seu site.

MEI

2- Disponibilize vouchers dos seus serviços 

Os vouchers estão na moda nesta pandemia! Uma forma segura e solidária de manter a renda e fidelizar clientes em sua cidade ou região. 

Ele é um vale em que seu cliente paga o serviço agora e o resgata depois da quarentena.

O voucher pode ser vendido em sua rede social ou, preferencialmente em seu site. 

Como diferenciais, ofereça pacotes de serviços ou acrescentar brindes. 

Esta modalidade é a ideal para serviços que só podem ser prestados pessoalmente como sessões de fotografia, cortes de cabelo e shows.

3- Ofereça capacitações online

Qual seu ramo de negócios? No que você é especialista? Lembra quando você começou? Se soubesse de tudo o que sabe hoje? E se tivesse contado com um especialista sem precisar sair de casa?

São perguntas que irão te inspirar a ensinar o que você sabe para quem está começando ou quer se aprimorar. 

4- Estreite os laços com seus clientes

Essa é uma oportunidade de se aproximar dos clientes e mostrar que não é só a relação comercial que une vocês.

Use seu site e redes sociais para conhecer melhor seus desejos ou oferecer serviços exclusivos. Ofereça um canal direto, seja no site ou telefone.

Assim, além de fidelizar, você pode atrair novos clientes que estarão esperando ansiosamente pelo fim da quarentena.

Leve sempre em consideração que a pandemia modificou hábitos de consumo e pesquise a opinião de seus clientes para saber exatamente o que eles esperam.

5- Faça uma campanha em sua cidade

A internet é um excelente local para chamar os moradores da sua cidade a comprarem no comércio local, a pedirem comida em casa, a valorizar o trabalho de quem mora perto.

Aproveite as datas comemorativas para oferecer serviços de alimentação, serenatas, brindes personalizados entregues em forma de surpresa. As opções são infinitas.

Devo me tornar um MEI?

Para quem tem um pequeno negócio, o MEI é uma forma de manter a legalidade de sua microempresa.

É uma solução para quem trabalha sozinho ou com um funcionário, tendo custos muito mais baixos do que as empresas maiores.

Financeiramente, a única obrigação é o pagamento mensal do DAS-MEI, o valor fica entre R$ 53,25 e R$ 58,25.

Para ser um Microempreendedor Individual, é preciso ter um faturamento de no máximo R$ 81 mil ao ano, não participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa e ter no máximo um empregado.

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!