MEI negativado pode conseguir empréstimo?

0

Todos nós sabemos que estar negativado restringe bastante na hora de obter empréstimos. O mesmo ocorre com o MEI (Microempreendedor Individual).

Adquirir empréstimos para investir no próprio negócio pode ser bastante limitado.

Isso ocorre porque as instituições financeiras realizam avaliações antes de conceder empréstimos.

Afinal querem ter a garantia de que o valor será devolvido. Portanto, realizam consultas nos órgãos de proteção ao crédito, como o SPC/Serasa.

E, constando pendências, o score fica muito baixo e as chances são bem diminuídas e com a fama de mau pagador.. Mas ainda há esperanças e o MEI que está negativado poderá solicitar empréstimo.

Isso ocorre porque estando com o CNPJ ativo, oferece boas oportunidades para ter o crédito aprovado. Mesmo com o score baixo há chances de obter uma linha de crédito para comprar equipamentos ou ter capital de giro para investir no negócio.

Algumas instituições financeiras oferecem empréstimos para aqueles que são MEI, mesmo estando com problemas no SPC/Serasa. A Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) são essas instituições.

Mas é bom lembrar que cada uma tem sua peculiaridade e regras, com valores e parcelas que são distintas.

Documentos necessários para solicitar empréstimo

Antes de ir a alguma destas instituições citadas, você precisará dos seguintes documentos:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de Residência;
  • Certificado de MEI;
  • Comprovantes de Renda (pessoal e da empresa);
  • Plano de investimento (informa a utilização do dinheiro solicitado).
Designed by @freepik / freepik
Designed by @freepik / freepik

Para ter o empréstimo solicitado, o MEI precisa informar ao banco o valor desejado e onde será aplicado.

Geralmente o MEI precisa investir em equipamentos, capital de giro, compra de recursos, etc. Uma última informação importante.

O MEI precisa estar regularizado, ou seja, com os impostos em dia para obter o empréstimo.

Caso haja pendências, não será concedido o crédito. Contudo, tentar pagar as dívidas e colocar as contas em dia é ainda o melhor caminho.

Facilitará muito no futuro e as chances de obter mais crédito aumentarão consideravelmente.

Por: Ana Luzia Rodrigues

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática.

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!