MEI: Novo valor da contribuição mensal para 2021

0

O Microempreendedor Individual (MEI) possui uma simplificação tributária onde o empresário paga todos os seus impostos em uma única guia de recolhimento. Uma outra vantagem é o fato dele se enquadrar como segurado previdenciário e garantir diversos benefício do INSS.

O MEI recolhe seus impostos em uma única guia, conhecida como DAS (Documento de Arrecadação Simplificada), ela é uma guia de obrigações importantes da categoria, quando não é paga, pode trazer alguns problemas futuros para a empresa e até mesmo no momento em que for receber um benefício previdenciário, como por exemplo, o auxílio-doença.

Documento de Arrecadação Simplificada

Designed by Flamingo Images / shutterstock

O Documento de Arrecadação Simplificada (DAS) irá variar de acordo com a atividade exercida pela empresa e é calculada com base no percentual de 5% sobre o salário mínimo.

Tudo indica que em 2021, o valor do Salário mínimo será de R$ 1.067. O novo valor irá alterar a contribuição do MEI no ano que vem.

Valor da contribuição mensal em 2020:

Atividade MEI / ImpostoINSSICMS/ISSValor mensal do DAS
Comércio e Industria / ICMSR$ 52,25R$ 1,00R$ 53,25
Serviços / ISSR$ 52,25R$ 5,00R$ 57,25
Comércio e Serviços / ICMS e ISSR$ 52,25R$ 6,00R$ 58,25
Ilustrativo

Contribuição mensal para 2021

Com o novo salário mínimo em R$ 1.067, a contribuição do MEI sofrerá um pequeno reajuste. Para saber como vai ficar sua contribuição em 2021, basta pegar o novo valor do salário mínimo (R$ 1.067 x 5% + o imposto estipulado pela sua atividade exercida).

Como vai ficar a DAS em 2021?

Atividade MEI / ImpostoINSSICMS/ISSValor mensal do DAS
Comércio e Industria / ICMSR$ 53,35R$ 1,00R$ 54,35
Serviços / ISSR$ 53,35R$ 5,00R$ 58,35
Comércio e Serviços / ICMS e ISSR$ 53,35R$ 6,00R$ 59,35
Ilustrativo

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil