MEI: O que falta para o novo limite de R$ 130 mil começar a valer

O faturamento anual do MEI poderá subir para R$ 130 mil a partir de 1º de janeiro de 2022.

O Brasil conta atualmente com mais de 11 milhões de Microempreendedores Individuais (MEI). O MEI se trata de uma modalidade empresarial individual com processo simplificado na abertura de empresas e conta com um regime especial de tributação.

O cidadão que se formaliza como MEI obtém assim o seu CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) que assegura facilidades como a abertura de conta bancária, pedidos de crédito e também a emissão de nota fiscal, ao mesmo tempo em que passa a ganhar os direitos de uma pessoa jurídica, se tornando ainda segurado do INSS.

O limite de faturamento atual do MEI é de R$ 81 mil, ou seja, o MEI pode ter um faturamento médio mensal de até R$ 6.750,00 reais de renda bruta e a possibilidade de contratar um funcionário com remuneração de um salário mínimo ou do piso salarial de sua categoria.

Limite do MEI pode ser ampliado

A partir de 2022, o Microempreendedor Individual, poderá ter o limite ampliado de R$ 81 mil para R$ 130 mil. O reajuste se deve ao Projeto de Lei Complementar (PLP) 108/2021 que já foi votado e aprovado pelo Senado Federal.

Através do PLP 108/2021 o MEI poderá vigorar da seguinte maneira:

MEI atualmenteMEI após aprovação da PLP
Limite de faturamento anual de R$ 81 milLimite de faturamento anual de R$ 130 mil
Faturamento médio mensal de até R$ 6.750,00Faturamento médio mensal de até R$ 10.833
Limite de contratação de um funcionárioLimite de contratação de dois funcionários

É importante lembrar que o investimento em produtos e insumos do MEI é limitado em 80% da receita anual, o que gira em torno de R$ 5.400 mensal. Contudo, com o novo limite os 80% destinado ao investimento em produtos e insumos pode subir para R$ 8.866,40.

A ampliação do limite de faturamento do MEI também vai permitir que muitas empresas que estão na condição de microempresa atualmente, possam migrar para a categoria MEI, reduzindo assim o valor dos impostos pagos mensal e anualmente.

O que falta para o novo limite do MEI começar a valer?

O Senado Federal aprovou no dia 12 de agosto o projeto de lei complementar que amplia o limite de faturamento do MEI. Contudo, a medida ainda não está valendo, isso porque agora o texto aguarda votação da Câmara dos Deputados para que em seguida possa passar pela sanção presidencial para assim começar a valer.

É importante esclarecer que todo Projeto de Lei precisa passar pelas duas casas do Congresso Nacional, sendo elas o Senado Federal e a Câmara dos Deputados. Contudo, apesar de ainda faltar a aprovação da Câmara dos Deputados, o texto tem ganhando apoio de diversos parlamentares e têm tudo para ser aprovado.

O projeto de lei complementar foi remetida a Câmara dos Deputados no dia 20 de agosto. Assim, será necessário aguardar as próximas movimentações da Câmara para que o tema seja votado e em seguida enviado para sanção presidencial.

Comentários estão fechados.