Se tornar empreendedor é um dos principais passos que muitos brasileiros estão passando para se manter no mercado de trabalho. E, através da formalização, é possível ter acesso a inúmeros benefícios. Entre os descontos com fornecedores, é possível obter condições especiais em diversas ações, por se tratar de uma pessoa jurídica e ter CNPJ.

E uma das principais é em relação à obtenção de crédito. Alguns empreendimentos exigem investimentos que nem sempre esse empreendedor tem disponível. A solução é recorrer às instituições financeiras para obter empréstimos.

São muitas opções disponíveis para o MEI, causando muitas dúvidas. Qual é o mais indicado? Qual o melhor momento? Como compreender o processo?

O Bom Pra Crédito vai explicar tudo sobre empréstimo para MEI e como você pode escolher a melhor opção. Após ler esse artigo, você vai tomar a melhor decisão para o seu negócio. Vamos começar?

O que é um Empréstimo para MEI?

Seja por falta de crédito ou por não possuir uma organização financeira, muitos empreendedores recorrem aos empréstimos para MEI. Ainda que tenha algumas semelhanças com o crédito tradicional, este tipo de empréstimo possui uma série de características diferentes.

O empreendedor que trabalha exclusivamente como MEI tem poucos meios para comprovar renda e isso impede de ter acesso ao empréstimo. Nisso, muitas pessoas recorrem ao empréstimo pessoal online. Para ter acesso a esse tipo de crédito, o mesmo deve apresentar seu extrato bancário dos últimos 90 dias, indicando assim a sua renda.

Porém, caso o empreendedor faça isso, não estará fazendo o empréstimo em nome do CNPJ ativo, mas sim do CPF. Isso significa que a conta corrente usada será física e não jurídica. Além de taxas diferentes, o empréstimo para empreendedor possui algumas vantagens, que veremos melhor durante o artigo.

Quem pode solicitar um empréstimo para MEI?

Qualquer pessoa que tenha o CNPJ ativo pode solicitar um empréstimo. Para quem ainda não formalizou seu trabalho, o MEI pode ser feito online, através do Portal do Empreendedor-MEI.

Como conseguir um empréstimo para MEI?

Diversas instituições financeiras oferecem o crédito. Caixa econômica, Banco do Brasil, Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), são algumas que disponibilizam empréstimo para quem empreende formalmente.

Vale destacar ainda que muitos bancos oferecem linhas de crédito específicas para cada finalidade de um empreendedor. Então, dependendo da instituição, você pode encontrar um empréstimo para quem deseja comprar novos equipamentos, outro para pagar dívidas, etc.

Posso conseguir um empréstimo para MEI online

Hoje, o Bom Pra Crédito não trabalha com empréstimo para MEI, porém, muitas pessoas utilizam o empréstimo pessoal para abrir pequenos negócios. Com a plataforma do Bom Pra Crédito você consegue resolver seu problema em poucos cliques. Basta acessar a página de empréstimo pessoal, informar o valor que precisa, bem como as suas informações, enviar a proposta e aguardar uma de nossas parceiras aprovarem a sua solicitação.

Benefícios de um empréstimo online para MEI

Existem diversas vantagens em buscar crédito online para MEI. Como é online, ele é rápido, super fácil e seguro. É possível antecipar recebíveis como notas fiscais e cheques. Os juros são mais baixos e existem facilidades na hora do pagamento, como a quantidade de parcelas.

Qual o valor máximo de empréstimo para MEI?

A quantia pode variar de banco para banco assim como o perfil de pagador estabelecido pelo empreendedor. Ainda assim, o crédito oferecido para o MEI não costuma ultrapassar R$ 20 mil.

Documentos necessários para solicitar crédito para MEI

Para solicitar o empréstimo para MEI, é necessário seguir os requisitos:

  • Plano de investimento: criar um documento com os motivos e razões para a solicitação do crédito, assim como o planejamento de onde será aplicado o investimento.
  • Documentação: cada banco exige uma lista específica de documentos. Mas, no geral, o empreendedor precisa levar o RG, CPF, comprovante de residência e o Certificado do MEI.
  • Comprovante de renda: para isso, o empreendedor deve ter os comprovantes de renda de pessoa física e jurídica. Através disso, o banco terá a compreensão do seu perfil financeiro, assim como o compromisso com os pagamentos.

Como comprovar renda do Microempreendedor Individual?

Existem diversas formas de comprovar a renda de um empreendedor: extrato bancário, imposto de renda, contratos de prestação de serviços e decore.

O extrato bancário é uma forma bastante comum para comprovar a renda do empreendedor. Porém, nem sempre a instituição financeira aceita este tipo de documento. Caso seja exigência do banco, é necessário que o extrato indique os dados da conta bancária e também alguns valores.

Através de um período, geralmente três ou seis meses, é feito um cálculo de média da renda mensal do empreendedor.

Já o imposto de renda é um documento oficial que o empreendedor pode comprovar sua vida financeira e rendimentos. Como se trata de um documento elaborado para a Receita Federal, sempre é aceito para comprovar renda.

Porém, a declaração de imposto de renda só apresenta os dados dos últimos meses do ano que foi encerrado. Por isso, é comum que empresas peçam documentos adicionais de meses recentes dependendo de quanto você solicita o crédito.

A Decore, que significa Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos, só pode ser desenvolvida e emitida por contadores. Isto é feito baseado em outros documentos que comprovem a renda. Entre estes estão:

  • Livro-caixa da empresa;
  • Declaração anual do MEI;
  • Notas fiscais emitidas;
  • Recibo de pagamento de autônomo (RPA);
  • Guias de pagamento de contribuição previdenciária individual.

O MEI também pode usar os contratos de prestação de serviço para comprovar os rendimentos. Muitas vezes é necessário apresentar outros documentos junto com o contrato de prestação de serviços.

Independente disso, é importante verificar quais documentos são necessários para solicitar o empréstimo naquela instituição. Veja isso com antecedência para não ser pego de surpresa.

Consigo fazer um empréstimo para MEI com o nome sujo ou com restrição?

Existem algumas opções para quem deseja ter empréstimo mesmo com o nome sujo. Elas são: para aposentados, pensionistas do INSS ou funcionários públicos; para pessoas que possuem um imóvel; e para aqueles que possuem veículo próprio. Para saber mais, acesse nosso texto sobre empréstimo para negativado.

Como consultar se estou com nome sujo

Para consultar se o seu nome está sujo, existem três formas: Serasa, Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e o Serviço Central de Proteção ao Crédito.

Faça a consulta do seu CPF e Score. É super fácil e o resultado é extremamente seguro e confiável.

Opções de empréstimo para MEI com restrição

Mesmo podendo obter crédito com o nome sujo, o MEI tem algumas opções para fazer essa solicitação.

Empréstimo com garantia de imóvel para MEI

Caso o MEI precise de um valor alto, uma opção é o empréstimo com garantia de imóvel. Através disso, o empreendedor oferece um imóvel quitado e que esteja no seu nome ou no de outra pessoa que foi usada como garantia (deve haver uma concessão). Seja casa, apartamento ou sala comercial, basta oferecer isso e receber o valor.

Os valores podem ser entre R$ 30 mil e R$ 1 milhão, além de ter a menor taxa de juros (a partir de 1,14% ao mês). Além disso, há a possibilidade de ter parcelas com um valor mais baixo. O prazo para quitar pode ser de até 20 anos ou 240 meses.

Empréstimo com garantia de veículo para MEI

Nesse caso, o veículo é usado como garantia. Pode-se colocar moto, carro entre outros para obter esse tipo de crédito. O mesmo deverá estar no nome do empreendedor, assim como não deve ter dívidas.

Um ponto que deve ser observado são as desvantagens. Caso a pessoa seja casada, se o veículo estiver no nome do parceiro não poderá ser usado. Além disso, até o momento do pagamento da dívida, o veículo não poderá ser vendido.

Empréstimo para funcionários e servidores públicos

Para começar, deve-se ter em mente que o servidor público pode ser MEI, mas possui algumas restrições. Ele pode ser sócio, mas não pode participar ativamente da rotina da empresa.

Para obter crédito, devem-se analisar os tipos de empréstimos que podem ser oferecidos para o servidor. Pode ser consignado ou não consignado e pode ser realizado em várias instituições financeiras. E o valor é debitado da folha de pagamento.

Empréstimo para aposentados e pensionistas INSS

Esse tipo de público possui uma modalidade de crédito exclusiva. Com taxas menores, é possível, inclusive, fazer o empréstimo de maneira online. Basta solicitar o valor e ser aprovado, assim as parcelas serão debitadas do INSS todo mês.

Empréstimo para MEI – Caixa

Basta reunir a documentação necessária da Caixa e fazer a solicitação de crédito. Há algumas vantagens como a tributação mais simples, assim como a isenção de algumas tarifas. Basta reunir:

  • Certificado de Microempreendedor Individual (CCMEI) e/ou Certidão Simplificada da Junta Comercial
  • RG
  • CPF
  • Comprovante de Residência
  • Preencher a Ficha de Cadastro Microempreendedor Individual

Empréstimo para Microempreendedor MEI – Banco do Brasil

Para obter o empréstimo no Banco do Brasil como MEI, é importante levar:

  • Certificado de Condição do Microempreendedor Individual (CCMEI) e/ou Certidão Simplificada da Junta Comercial.
  • RG
  • CPF
  • Comprovante de residência do Microempreendedor
  • CNPJ

Empréstimo para Microempreendedor MEI – Bradesco

Para isso, você deve procurar o MicroCrédito Produtivo Orientado, voltado para empresas com faturamento anual de até R$ 200 mil. Existe a possibilidade de solicitar na primeira contratação até R$ 10 mil, na segunda até R$ 12 mil e a partir disso até R$ 15 mil.

Para solicitar este empréstimo, basta entrar em contato com a agência e levar documentos como:

  • RG
  • CPF
  • Comprovante de residência do Microempreendedor
  • CNPJ

Há outros documentos além dos citados acima que você deve levar, mediante solicitação do banco. Vá a um atendimento e peça ajuda para separar os documentos relevantes para pedir o empréstimo.

Empréstimo para MEI – BNDES

Para obter crédito no BNDES, é necessário que o empreendedor tenha conta física em alguns dos seguintes bancos:

  • Caixa
  • Itaú
  • Bradesco
  • Banco do Brasil
  • BRDE
  • Banrisul
  • SICOOB

Tenha em mãos documentações como CNPJ, RG, CPF, Comprovante de residência. Acesse o site e preencha a proposta.

Microcrédito para MEI

Microcrédito é indicado para pessoas físicas e jurídicas que tenham receita anual de até R$ 360 mil. Trata-se de uma opção menos burocrática e os juros são mais baixos, não passando de 4% ao mês. Para solicitar, basta ir para o operador do BNDES microcrédito e solicitar a análise de concessão de crédito.

Lembrando que o microcrédito pode ser usado para capital de giro assim como investimentos importantes para o negócio, como a compra de máquinas e equipamentos ou obras estruturais. O empreendedor pode fazer o financiamento de até R$ 20 mil.

Instituições Financeiras Repassadoras

É através das instituições financeiras repassadoras que é possível obter o Microcrédito do BNDES. No próprio site da instituição tem a lista dos operadores. Entre eles podemos destacar:

Paraná

Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE

Av. João Gualberto, 570

80030-900 – Curitiba – PR

Tel: (41) 3219-8000

E-mail: [email protected]

www.brde.com.br

Cresol – Cooperativa Central de Crédito Rural com Interação Solidária Ltda. Cresol Baser – Unidades: PR/SC

Rua Nossa Senhora da Glória, 52-A – Cango

85.604-090 – Francisco Beltrão – PR

Telefax: (46) 3520-1981

www.cresol.com.br

Rio Grande do Sul

Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE

Rua Uruguai, 155 – 4º andar

90010-140 – Porto Alegre – RS

Tel: (51) 3215-5000

E-mail: [email protected]

www.brde.com.br

Bansicredi

Rua Assis Brasil, 3.940 – 12º andar

91010-003 – Porto Alegre – RS

Tel: 0800 724 7220 e 0800 724 0525 (Atendimento a Deficientes Auditivos ou de Fala)

www.bansicredi.com.br

Santa Catarina

Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A. – Badesc

Rua Almirante Alvim, 491 – Caixa Postal: 1521

88015-380 – Florianópolis – SC

Tel.: (48) 3216-5000

www.badesc.gov.br

Cuidados para tomar antes de solicitar um empréstimo para MEI

Existem algumas formas de não se atrapalhar na hora de obter um empréstimo para MEI. Para começar, faça um projeto indicando realmente como será o uso do dinheiro solicitado.

Faça uma análise objetiva do que será realizado e indique projeções dos resultados desse investimento no seu negócio. Isso permite uma utilização melhor do crédito obtido. E sempre tenha em mente o retorno esperado com este investimento.

Isso sem falar que, caso o empreendedor seja iniciante, seus conhecimentos e experiência não são sólidos. Quer dizer que noções como capital de giro, planejamento e retorno de negócios podem não ser tão bem compreendidos e executados por este empreendedor.

Por isso, é essencial sempre investir em conhecimentos. Networking também é uma estratégia eficaz para compreender o mercado assim como enxergar oportunidades de negócios.

Além disso, é fundamental ter uma boa organização financeira. Sempre faça a separação da conta da sua empresa das suas contas pessoais. O lucro a mais deverá ser reinvestido no seu negócio, junto com o planejamento estratégico desenvolvido.

E com a organização é possível compreender melhor como será na hora de cumprir os prazos de pagamento. Utilize a tecnologia a seu favor, como planilhas, agendas, alarmes e outras ferramentas.

Dica rápida: Se você quer assessorar MEIs e não sabe por onde começar, ou se você está iniciando sua carreira contábil e quer saber por onde começar, nós podemos ajudar! Conheça o MEI para Contabilidade um treinamento completo onde você vai aprender passo a passo tudo que um Estudante, Recém Formado, Contador Iniciante ou até um Contador com experiência em outras áreas precisa saber para se tornar um especialista em MEIs e prestar serviços para esses profissionais a um preço acessível. Para saber mais clique aqui e transforme sua carreira profissional!

Conteúdo original Bom pra crédito