MEI precisa emitir nota fiscal?

0

Como muitos sabem, o Microempreendedor Individual (MEI) é o regime empresarial agregado ao Simples Nacional criado no intuito de formalizar a atividade dos trabalhadores autônomos, além de garantir o acesso a benefícios previdenciários, entre outros. 

Por se tratar de um modelo empresarial é comum que surjam dúvidas quanto às nuances de seu funcionamento e as respectivas obrigações, como a necessidade ou não de emitir notas fiscais. 

E sim, o MEI realmente é obrigado a emitir notas fiscais em todas as vendas ou prestações de serviços que realizar.

No entanto, esta obrigatoriedade é imposta somente quando a transação ocorre junto a outra pessoa jurídica, ou seja, o MEI fica dispensado de emitir nota fiscal para o consumidor final que for pessoa física, exceto se este solicitar o documento. 

Embora não se trate de uma obrigação, a prática é altamente recomendada, uma vez que é uma forma de comprovar a prestação de serviço ou venda, além de também auxiliar no controle de faturamento do empreendimento.

Requerimento de liberação da emissão da NF MEI 

Para estar autorizado a emitir a nota fiscal, é preciso realizar o cadastro da empresa junto ao município no qual a sede está instalada.

Se por acaso a empresa atuar na venda de produtos ou de transporte intermunicipal/interestadual, é necessário requerer a liberação da emissão das notas fiscais junto à Secretaria de Fazenda (Sefaz). 

No caso da nota fiscal de serviços (NFS-e), a liberação ocorre diretamente pela prefeitura de cada município. 

Vale ressaltar que no primeiro cenário existe um modelo padrão de documento, enquanto no segundo, é possível que hajam variações decorrentes da administração municipal.

Além do mais, para conseguir emitir as notas fiscais, o MEI precisa obter um certificado digital para pessoa jurídica.

Este é um documento eletrônico que funciona como uma identidade digital com assinatura digital, o qual pode ser utilizado tanto por pessoas físicas quanto jurídicas, possibilitando a realização de transações online com garantia e autenticidade com maior segurança nas informações.

Finalidade da Nota Fiscal

A nota fiscal basicamente se trata de um recibo que precisa ser emitido pela empresa ao efetuar uma venda ou prestar algum serviço. 

O documento objetiva o registro da transferência de propriedade sobre um bem ou atividade comercial, as quais podem se direcionar tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. 

A nota fiscal também auxilia na garantia do cálculo adequado sobre o recolhimento dos tributos ou fisco, uma vez que possui função contábil e de fiscalização perante os órgãos públicos. 

MEI

Tipos de Nota Fiscal

  • Nota Fiscal Avulsa (NFA);
  • Nota Fiscal Eletrônica (NF-e);
  • Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e);
  • Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e);
  • Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e).

Vantagens das Notas Fiscais eletrônicas

  • Economia de papel, e de espaço dentro da empresa;
  • Diminui os custos com impressões, reduzindo o impacto ambiental;
  • Mais praticidade e automação no processo;
  • Menor margem de erro;

Como funciona a emissão da NF-e?

Após solicitar a liberação da emissão das notas fiscais, o MEI receberá dados com login e senha para realizar um acesso ao sistema disponibilizado pela prefeitura, e assim, emitir as notas fiscais sem nenhum custo. 

Entretanto, os sistemas disponibilizados pela Sefaz não são automatizados junto ao negócio, o que significa que sempre que o MEI precisar emitir alguma nota fiscal, ele deverá preencher todas as informações necessárias respectivas a cada venda dentro do sistema.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Laura Alvarenga