MEI: veja 3 obrigações para manter sua empresa em dia

0

A abertura de uma empresa traz consigo uma série de obrigações que devem ser cumpridas, a fim de manter o empreendimento regular.

Isso também se estende ao MEI (Microempreendedor Individual), mesmo sendo uma categoria mais simplificada. 

Então, se você está pensando em começar seu próprio negócio como microempreendedor individual, é hora de conhecer tres principais obrigações.

Saiba que elas estão relacionadas principalmente com o pagamento de tributos e entrega das informações sobre os resultados do seu negócio. Para saber quais são elas, continue conosco! 

Obrigações do MEI

Para entendermos mais sobre as obrigações do MEI, é preciso saber que essa categoria é voltada ao pequeno empresário individual que atende aos seguintes requisitos.

Dentre eles está o faturamento de até R$ 81.000,00 por ano e que exerça uma das atividades permitidas ao MEI.

Além disso, o empreendedor não pode participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa. 

Então, ao se formalizar o MEI passa a ter obrigações que vamos conhecer abaixo: 

Recolhimento de tributos 

A primeira obrigação ocorre a partir da inscrição do MEI e se trata da contribuição mensal, que é calculada de acordo com o salário mínimo nacional e o tipo de atividade desenvolvida pelo empreendedor.

Assim, o MEI deve fazer o pagamento mensal do DAS que é a guia de recolhimento dos impostos que são pagos nesta categoria.

A guia deve ser paga no dia 20 de cada mês e, para isso, o empreendedor deve emiti-la através do Portal do Empreendedor ou Programa Gerador PGMEI.

Vale ressaltar que, ao pagar esta guia, o MEI está recolhendo os a contribuição para a Previdência Social e os impostos que incidem sobre sua atividade. Veja como ficam os valores em 2021:  

  • 5% de INSS o que corresponde à R$ 55;
  • R$ 1 referente ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) se a sua atividade estiver relacionada ao comércio ou indústria;
  • R$ 5 de Imposto sobre Serviços (ISS), se for do ramo de serviços. 

Caso a empresa atue no comércio e em serviços, também deve ser feito o recolhimento dos dois impostos. Assim, o MEI que se registrar esse ano deve pagar valores os valores relacionados abaixo, conforme a sua área de atuação:

  • Comércio e Indústria: R$ 56,00 (INSS + ICMS)
  • Serviços –  R$ 60,00 (INSS + ISS)
  • Comércio e Serviços – R$ 61,00 (INSS + ICMS/ISS)

Emissão de nota fiscal

Assim como outras empresas, o MEI também pode emitir notas fiscais para pessoas físicas e jurídicas.

Ela é obrigatória quando o produto ou serviço é voltado às pessoas jurídicas ou empresas de qualquer porte.

Desta forma, o empreendedor deve reunir todas as notas fiscais emitidas e fazer um relatório mensal, o que irá ajudar no acompanhamento das finanças da empresa. 

Declaração anual do MEI 

Podemos dizer que a DASN-SIMEI funciona como a declaração do Imposto de Renda, visto que ela é feita anualmente pelo MEI.

Neste caso, o empreendedor utiliza esse documento para informar o faturamento obtido ao longo dos últimos 12 meses ou período de apurado, caso a empresa seja recente.  Portanto, esta obrigação deve ser entregue até o último dia de maio.

Por isso, você já pode se organizar para fazer o envio das suas informações, o que evita a cobrança de multa e outros prejuízos, como por exemplo, ficar impedido de emitir a guia DAS.

Assim sua empresa estará irregular e perderá vários benefícios. 

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Samara Arruda