O processo de desinvestimento nos campos onshore no Brasil (operados em terra) registrado recentemente na indústria de óleo e gás em virtude do preço do barril de petróleo e da recessão econômica ocasionada pela pandemia da covid-19 deve aquecer o setor e gerar um mercado promissor.

Com a venda recentemente dos campos impulsionada pela Petrobras, que resolveu focar o plano de negócios no pré-sal e em campos de alta produtividade no Brasil, esse movimento deve criar novas oportunidades de investimento no setor, já que empresas mais enxutas em estrutura de custo e com expertise específico de recuperação de reservatórios conseguiriam espaço para avançar.

É o que avalia o sócio líder de energia e recursos naturais da KPMG no Brasil, Anderson Dutra.

Para ele, a expectativa é que esse movimento se torne mais acelerado nos próximos meses, abrindo ainda mais oportunidades para o segmento no país.

“Por terem um maior custo de operação por barril e uma produtividade mais reduzida, a tendência é que esse processo de venda de campos ocorra de maneira mais acelerada, trazendo oportunidades iminentes para a entrada de novos players no mercado. Apesar dos desafios, há um grande potencial a ser aproveitado no Brasil, que tem um volume considerável de barris e metros cúbicos de gás ainda não explorados e bacias sedimentares não varridas no interior do país”, analisa.

Ainda segundo o sócio, o desinvestimento nestes campos traz ainda a possibilidade do surgimento de operadores menores para reaquecer o segmento, sendo alguns deles brasileiros.

“O verdadeiro potencial destes campos está na oportunidade de que outras novas empresas têm de aplicar ainda mais dinheiro no Brasil, investindo em polos que estão localizados fora do eixo Rio-São Paulo, aquecendo ainda mais outras partes do país em termos de crescimento econômico e até mesmo no surgimento de novas vagas para mão de obra especializada”, avalia Dutra.

Por: Anderson Dutra, sócio da KPMG.

A KPMG é uma rede global de firmas independentes que prestam serviços profissionais de Audit, Tax e Advisory.