Você sabia que quem é microempreendedor Individual (MEI) pode ter acesso a vantagens para alavancar o seu negócio? E uma delas são os empréstimos. Agora, vamos entender quais são os tipos de empréstimo para MEI e como eles funcionam. 

Empréstimo para MEI: quando vale a pena?

O primeiro passo é mostrar ao banco que, com a linha de crédito para MEI, o seu negócio irá dar lucro — e assim justificar o empréstimo para microempreendedor. Se você vai lançar mão de um empréstimo para MEI, trace um planejamento detalhado justificando o empréstimo que será dado à sua microempresa.

Lembre-se de que o dinheiro obtido deve ser usado exclusivamente para desenvolvimento do seu empreendimento, seja no investimento em expansão física ou no mix de produtos e serviços que oferece ao cliente. Esse deve ser o foco do empréstimo para um microempreendedor.

Vantagens do microcrédito

O empréstimo para o microempreendedor individual tem algumas características que merecem destaque, tais como:

  • Não é necessário apresentar uma garantia real. É preciso apenas um aval solidário, que pode ser formado por outros empreendedores clientes do banco que concede o empréstimo ao microempreendedor;
  • A linha de crédito para MEI irá variar conforme as atividades do empreendimento e este será avaliado pela instituição financeira;
  • Os prazos do empréstimo para microempreendedor individual são menores, com taxas mais justas do que as de um empréstimo para pessoa física;
  • A burocracia é bem menor em um empréstimo para microempresa e o dinheiro sai bem mais rapidamente.

Requisitos para pegar empréstimo com o MEI

Os requisitos de um empréstimo para MEI variam conforme a instituição financeira, mas separamos um pequeno resumo do que você irá precisar:

  • Documentação: apesar de variações conforme a fonte do empréstimo, serão necessários o RG, o CPF, o comprovante de residência e o Certificado do MEI;
  • Plano de Ação e Investimento: coloque no papel todo o seu planejamento, sobretudo os motivos para o empréstimo e a destinação dos recursos;
  • Comprovante de Renda: apresentar o seu e de sua empresa facilitará na aprovação do empréstimo para microempresa.

Empréstimo para MEI com restrição

Quando as contas estão no vermelho e o CNPJ está sujo com credores, no Serasa e SPC ou nos cartórios, a situação é um pouco mais difícil. Mesmo assim, ainda é possível obter um empréstimo para MEI com restrição.

A melhor aposta pode ser o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), que tem um fundo de linha de crédito para MEI endividado. Por meio do Canal do Desenvolvedor, é possível tentar a recuperação ao se obter o empréstimo para MEI com restrição e evitar a falência.

Com o dinheiro do empréstimo para microempreendedor em mãos, é possível colocar as contas em dia, deixar o status negativo e voltar a crescer com essa injeção financeira.

DICA EXTRA: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio

Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana.

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!



Com informações Terra Empresas