Você sabe o que são minicontratos? Trata-se de uma modalidade de investimento na Bolsa de Valores relativamente recente, mas altamente lucrativa e com grande risco também.

Para quem quer aproveitar o fato de que a Bolsa de Valores fechou 2019 com crescimento acumulado de 32% e quer entrar nesse mercado, os minicontratos são excelentes opções, especialmente em tempos turbulentos como os de crise com o Covid-19.

Para isso, entretanto, é necessário saber o que são minicontratos e como utilizá-los na sua estratégia de investimentos. 

Ficou curioso? Então siga a leitura e aprenda tudo sobre essa modalidade de aplicação financeira!

O que são minicontratos?

Antes de poder explicar o que são minicontratos, precisamos dar um passo para trás e especificar o que são contratos futuros já que, de certa forma, eles são da mesma “família”.

Um contrato futuro é um acordo firmado entre duas partes no mercado financeiro, um comprador e um vendedor, em relação a um negócio que eles farão no futuro.

Por exemplo, um contrato futuro pode consistir na compra de uma determinada quantidade de dólares daqui a 6 meses. Assim, quando o tempo passa, a pessoa que detém o contrato o executa normalmente.

Esse tipo de negócio serve como possibilidade de proteção de investimentos para empresas e oportunidades de lucro para investidores.

Pense que você tem uma empresa e vai abrir uma filial na Argentina. Para isso, precisará investir $10 milhões de dólares nessa nova fábrica. No entanto, só fechará negócio no próximo semestre e, até lá, tem medo que o dólar suba muito e o negócio fique inviável.

Assim, para se proteger, você firma um contrato futuro para comprar $10 milhões de dólares em 6 meses na cotação atual (digamos que R$4,71, como é cotação atual). 

Desse modo, em 6 meses, você comprará $10 milhões de dólares de quem firmar o contrato com você pagando R$47.100.000,00 por isso.

Portanto, se o dólar subir para R$5,00, você protege o seu dinheiro e o investidor que fechou o contrato com você arcará com o prejuízo. Ao mesmo tempo, se o dólar cair para R$4,30, você paga o que já pretendia de qualquer forma e o investidor ganha R$0,41 a cada dólar vendido (um lucro de R$4,1 milhões).

Eirelli

Onde os minicontratos entram na história?

Como você pôde perceber, os contratos futuros são negócios de grande porte. Esse exemplo que demos é, na verdade, relativamente pequeno perto dos valores reais negociados na Bolsa de Valores.

Isso faz com que não seja muito acessível que pequenos investidores, que movimentam alguns milhares de reais, possam utilizar essa ferramenta.

Por isso, a B3 criou os minicontratos como pedaços de contratos maiores. Dessa forma, os investidores com menor poder de capital podem participar desse tipo de operação também.

Quais os tipos de minicontratos que existem?

Agora que você entendeu o que são minicontratos, precisa compreender que existem diferentes tipos de contratos disponíveis para negociação.

Isso porque é possível firmar negócio sobre praticamente qualquer coisa. Por exemplo, é possível montar um contrato para comprar uma determinada ação a uma cotação X em Y semanas.

Ao mesmo tempo, é possível firmar um contrato para comprar X toneladas de uma commodity em Y meses.

Ou seja, existem minicontratos e contratos futuros indexados a:

  • índices financeiros (como Ibovespa, Selic, inflação);
  • commodities;
  • variação cambial;
  • ações.

Dessa forma, é importante ter em mente que tipo de ativos estão no minicontrato que você vai operar, como eles vão se comportar e que tipo de condições eles consideram na hora de resgatar o dinheiro.

Como investir em minicontratos?

Você já entendeu o que são minicontratos, é hora de responder como investir e ganhar dinheiro com eles.

Basicamente, existem duas opções: a primeira delas é comprar o minicontrato para executá-lo e a segunda é comprar, esperar valorizá-lo e depois vendê-lo.

Por exemplo, suponha que você comprou um minicontrato de dólar em que se negocia $1.000,00 dólares a R$4.500,00. No entanto, perto do vencimento, o dólar caiu para R$3,00 e o dólar caminha para dar um lucro de R$1.500,00.

É possível segurar o minicontrato e executá-lo, correndo o risco de uma alta na moeda diminuir o lucro, ou vendê-lo para outra pessoa por um valor um pouco menor do que os R$4.500,00.

O processo de compra e venda de minicontratos funciona exatamente igual ao de ações. Basta procurar pelos contratos no seu Home Broker e dar as ordens de compra e venda.

No entanto, uma das melhores maneiras de ganhar com os minicontratos é usando um robô de investimentos.

Tratam-se de algoritmos que detectam padrões de lucratividade em minicontratos negociados na Bolsa e, com machine learning, fazem as ordens de compra e venda de modo a maximizar os ganhos do investidor.

E aí, aprendeu o que são minicontratos? De fato, são opções muito arriscadas de investimentos, mas que podem trazer lucros significativos para os investidores.

Se você gostou do conteúdo, deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!