Ministério da Economia abre 350 vagas para concurso e salário de R$ 8.300

0

Foi liberado na sexta-feira, 21 de agosto, pelo Ministério da Economia, um novo edital de concurso público, oferecendo 350 vagas temporárias. Publicado no Diário Oficial da União, o edital contém informações relacionadas aos cargos, período de inscrição, data das provas etc.

As vagas são para nível superior em cursos de informática ou computação, ou então em graduação em qualquer área, mas que tenha pós-graduação em informática (ou computação). Será necessário comprovar experiência profissional acima de cinco anos ou título de mestrado e doutorado na área.

Veja os cargos do concurso do Ministério da Economia

A distribuição das vagas são para cargos relacionados às atividades técnicas e de complexidade gerencial do órgão:

  • Especialista em gestão de projetos (50 vagas);
  • Especialista em infraestrutura de Tecnologia da Informação-TI (50 vagas);
  • Especialista em ciência de dados (50 vagas);
  • Especialista em segurança da informação e proteção de dados (50 vagas);
  • Especialista em análise de processos de negócios (50 vagas);
  • Especialista em experiência do usuário (50 vagas); e
  • Especialista em desenvolvimento de software (50 vagas).
  • Os aprovados terão um contrato de quatro anos, com ganhos mensais de R$ 8.300,00, cumprindo 40 horas semanais de trabalho.

Inscrições

As inscrições para o concurso do Ministério da Economia já estão abertas desde 21 de agosto, pelo site do Cebraspe, banca organizadora. As inscrições terminarão no dia 2 de setembro, às 18 horas.

O valor a ser pago pela inscrição é de R$ 60,00. Inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) ou doadores de medula óssea poderão solicitar a isenção dessa cobrança também pelo site do organizador e enquanto durar o período das inscrições.

Provas em outubro

Os candidatos selecionados serão avaliados por meio de provas e de títulos. Tudo indica, que o primeiro exame aconteça no dia 11 de outubro. Os horários e locais de provas serão divulgados até o dia 30 de setembro.

Questões das provas

Serão 120 questões, sendo 70 questões de Conhecimentos Específicos e 50 questões de Conhecimentos Gerais da Língua Portuguesa, Inglesa e Raciocínio Lógico (todas no modelo certo ou errado).

Quem atingir nota igual ou superior a dez pontos na parte de Conhecimentos gerais, 21 pontos na parte especifica e 36 pontos no geral, serão aprovados para a fase de análise e títulos.

Cidades que serão aplicadas as provas

Belém (PA), Florianópolis (SC), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), São Paulo (SP) e em Brasília (DF). No caso do exame biopsicossocial, destinado às pessoas com deficiência (PcD), os exames acontecerão somente em Brasília.

O concurso do Ministério da Economia, de acordo com o edital, terá validade de dois anos, sendo possível acontecer uma prorrogação por mais dois anos.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil