Ministro cogita aumentar impostos para cumprir meta fiscal

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, admitiu, nesta terça-feira, que o governo poderá aumentar impostos para cumprir a meta fiscal de 2017, fixada num déficit primário de R$ 139 bilhões. Ele assegurou que ela será cumprida e que o governo vai fazer o que for necessário para isso, seja cortando gastos, seja elevando tributos.

— Se for necessário aumentar impostos, será aumentado. Se for necessário contingenciar gastos, será contingenciado. Temos uma meta de R$ 139 bilhões e ela será cumprida — disse ele.

O ministro destacou que o rombo das contas públicas em 2017 é bem menor que o registrado em 2016 e que se o governo mantivesse a trajetória de elevação dos gastos observada nos últimos anos, o déficit primário chegaria a R$ 280 bilhões. Meirelles disse ainda que cortes de despesas precisam ser permanentes, enquanto elevações de tributos, se necessárias, devem ser temporárias:

Anúncios

— O que temos que fazer é um compromisso de cumprir a meta. A carga tributária no Brasil é elevada e isso (aumento de impostos) tem que ser feito com cuidado. Cortes de despesas têm que ser definitivos e aumentos de impostos têm que ser temporários.

Via Extra

Comente no Facebook

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

DEIXE UMA RESPOSTA

Coloque seu comentpario
Coloque o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.