O que torna um escritório de contabilidade mais produtivo? O que o aproxima ou o afasta dos clientes? Como tornar a rotina de atividades repetitivas e burocráticas menos entediante? Para todas as perguntas, uma só resposta: motivação. Vamos entender melhor?

O tédio no escritório de contabilidade

Se você nota o clima um tanto desanimado no escritório de contabilidade, não se surpreenda. É assim em praticamente todo o mundo. Conforme pesquisa global do site Emolument, a profissão de contador é a quinta mais entediante.


No ranking construído a partir do estudo, divulgado em fevereiro de 2017 e que ouviu 1.300 pessoas em 10 países, a liderança negativa é dos profissionais de Direito, seguidos por gestores de projetos, funções de suporte e controle financeiro.

Empatados com os contadores na pesquisa, alcançando 67% de tédio com a atividade desenvolvida, estão os atores de serviços financeiros e bancários.

Os mais desanimados estão nos Emirados Árabes Unidos e na Itália, somando 83% dos profissionais que participaram do estudo. É muita gente descontente com a própria carreira.

Mas o que leva tantas pessoas a se manterem em um emprego que não gostam? As razões são diferentes, conforme a pesquisa. Entre os árabes, os altos salários posicionam profissionais na zona de conforto. Já entre os italianos, predomina a incerteza quanto ao futuro desde a crise de 2008. Ou seja, melhor ficar onde está.

Segundo Alice Leguay, co-fundadora do site Emolument, gerenciar o tédio no trabalho é uma questão-chave para o engajamento, em especial entre os profissionais mais jovens e principalmente em atividades tradicionais, como a contabilidade, que podem ser percebidas como maçantes.

O Brasil não foi alvo do estudo, mas isso não significa que os resultados por aqui sejam muito diferentes. Mas atenção: não é por que na maioria dos escritórios de contabilidade o tédio predomina que na sua empresa precisa ser assim.


A motivação é um componente fundamental para reverter esse quadro, gerando uma nova e positiva expectativa entre os colaboradores. Mas como alcançá-la? É sobre isso que iremos falar agora.

Como encontrar a motivação no escritório

Chegar ao trabalho com cara de segunda-feira não faz mal apenas ao profissional desmotivado. Não raro esse tipo de postura gera um efeito cascata que atinge a todo o grupo.

Observe como as pessoas se comportam no seu escritório em uma manhã de segunda-feira. Não estão todos calados, aparentemente concentrados nas tarefas, mas também com um semblante cansado e desanimado?

Começar a semana pra baixo é ruim. Agora, imagine que isso seja a regra e não a exceção para os dias que vêm pela frente. Nada animador, não é mesmo?

A motivação pode contribuir positivamente nos resultados de qualquer empresa. Colaboradores que se sentem felizes com a atividade realizada tendem a ser mais confiantes, acreditar e valorizar a missão do negócio.

Isso sem falar que sua postura aparece no trato com o cliente. Em meio a relatórios, análises e muitos números, tudo que o empresário atendido por você precisa é de um clima menos hostil, mais descontraído e leve. A tarefa já tem a sua dureza natural. Vamos tratar de quebrar o gelo?

1. O exemplo vem de cima

“Quem semeia discórdia, colhe tempestade.” Já ouviu algo a respeito? Um chefe rabugento ou cabisbaixo e quem sabe desesperançoso pode contaminar negativamente aqueles que têm nele um exemplo.

Isso atinge de forma especial aos mais jovens. Pense no início da sua carreira. Quanta diferença fazia para você ser recebido com sorrisos, cortesia e bom humor no escritório?

Aproximar-se daqueles que fazem o trabalho acontecer é uma forma de motivar a todos, pois restringe o famoso distanciamento entre chefe e funcionários. Esteja ao lado dos seus colaboradores e dê um exemplo positivo.

2. Avalie e reconheça

Uma das atitudes de um gestor que mais chateia qualquer profissional é ver seu líder alheio aos processos. Em bom português: totalmente desinteressado.

No ambiente contábil, o acompanhamento das tarefas, colocando-se ao lado nas análises e relatórios produzidos é um passo essencial para manter todos motivados.

E após a entrega, vale oferecer o que se chama de feedback assertivo: uma orientação acompanhada pelo reconhecimento dos acertos e de conselhos sobre pontos a evoluir.

Saber que há preocupação do escritório para se tornar um profissional melhor ajuda muito na motivação.

3. Promova a integração

Mesmo que você esteja à frente de um pequeno escritório, não dá para permitir que as pessoas se distanciem. O ambiente de trabalho precisa ser um local agradável, de convívio humano e solidário, de amizade e não apenas de tarefas que se acumulam.

Já lemos aqui no blog que jogos são bem-vindos para aprender como inovar em contabilidade. Que tal aproveitar momentos assim para um ganho duplo: integração e melhores resultados?

Eventos fora do escritório, desde que combinados e até organizados em conjunto, são outra ótima opção para tornar o time mais próximo e engajado.

4. Facilite tarefas com a tecnologia

Poucas coisas desanimam mais um profissional do que não conseguir realizar uma atividade no prazo e na qualidade que pode oferecer por deficiências tecnológicas. Se as ferramentas existem, mas seu escritório contábil as ignora, é grande a chance de um colaborador só permanecer na equipe por causa do salário.

O poder da tecnologia começa na comunicação, tanto interna quanto externa. Skype, Hangout e WhatsApp cumprem no ambiente profissional uma função de grande valia. Essas ferramentas aproximam as pessoas, e isso é visto tanto entre os funcionários quanto com os clientes.

E o que dizer então da automatização de processos? Tarefas do cotidiano, por vezes realmente entediantes, não precisam mais ser realizadas manualmente. Isso ficou no passado!

O expressão do momento é integração contábil, interligando seu sistema de gestão ao do cliente. Nada de perder um tempo precioso para redigitação. Pense na estratégia, na inovação, em ser mais produtivo e motivado.

Dê adeus ao tédio

Vimos neste artigo que o tédio faz parte dos escritórios de contabilidade em todo o mundo. Isso muito ajuda a formar aquela imagem errada do contador, como se fosse um profissional obrigatoriamente sisudo e nada descontraído.

Você sabe bem que a realidade não é essa. Então, que tal trabalhar nas ideias que apresentamos para construir um ambiente melhor? Invista na motivação e dê adeus ao tédio!

Via ContaAzul parceiro Jornal Contábil

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.